UFPA define regras para o processo seletivo 2011

UFPA define regras para o processo seletivo 2011

O Conselho Superior de Ensino, Pesquisa e Extensão (Consepe) da UFPA decidiu, na última terça-feira, dia 27, adotar  o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) como uma das etapas do processo seletivo da Instituição, já a partir do próximo vestibular. A seleção ficará a cargo completo da Universidade, que não adotará o Sistema de Seleção Unificado do Ministério da Educação (SiSU), apenas o Enem, tendo total autonomia para definir as regras internas do certame.

A prova do Enem é formada por 180 questões, sendo 45 de cada disciplina, contemplando quatro grandes áreas do conhecimento: Linguagens e Códigos, Ciências Humanas, Ciências da Natureza, Matemática e sua Tecnologias, mais uma redação. O Exame Nacional será considerado uma primeira etapa para ingresso na Federal Paraense, apresentando ponto de corte apenas na redação, que deverá exigir pontuação mínima para a aprovação do candidato à próxima fase.

Outra decisão relativa ao processo tomada na tarde desta terça-feira é a de que a prova do Enem e a prova local como segunda etapa a ser ofertada pela UFPA terão pesos iguais, ou seja, a ponderação para computar o resultado final levará em consideração o desempenho dos candidatos nas duas provas com importância de 50% para cada uma. Somente a prova específica da UFPA deverá estabelecer um número mínimo de acertos de questões.

A prova local será elaborada na mesma matriz do conteúdo programático do Exame Nacional, mas deverá conter questões com abordagem de aspectos regionais, contextualizando a realidade da região amazônica nas habilidades que se esperam ser do conhecimento do candidato. A decisão foi tomada pelos conselheiros com base em ampla discussão sobre a importância de o aluno ingressar no ensino superior com conhecimento global, sem, no entanto, negligenciar as especificidades do contexto regional.

A priori, a etapa a ser elaborada pela UFPA apresentará um total de 55 questões objetivas, sendo 5 referente a cada uma das 11 disciplinas que constam no currículo escolar do ensino médio. Como a etapa do Enem já trará a prova de redação, a segunda não exigirá do candidato a elaboração de textos. Mas, diferentemente do Exame Nacional, a UFPA manterá a exigências das leituras obrigatórias e da prova de língua estrangeira, podendo o candidato optar por Inglês, Espanhol, Francês ou Italiano.

Outras decisões de cunho operacional e detalhes sobre os aspectos discutidos no CONSEPE serão tratados de modo mais aprofundado pela Comissão Permanente de Processos Seletivos (COPERPS), pelo Centro de Processos Seletivos (CEPS), pela Pró-Reitoria de Ensino e de Graduação (Proeg) e por uma comissão especial criada para tal no âmbito da UFPA com representantes de todas as referidas unidades.

Leia também:  UFPA adota ENEM como uma das fases do processo seletivo

Compartilhar