UFPA desenvolve projeto em parceria com universidades da França e da Colômbia

UFPA desenvolve projeto em parceria com universidades da França e da Colômbia

Todos os anos o Programa Regional França- América Latina e Caribe (Prefalc) apoia instituições de ensino superior francesas que desejam desenvolver parcerias com universidades latinoamericanas e caribenhas. No último edital, a UFPA teve aprovado um projeto que será articulado entre três instituições/programas: UFPA, com o Mestrado  Profissional  Gestão de Recursos  Naturais  e  Desenvolvimento Local  na Amazônia; a Corporación Universidad de la Costa  (Barranquilla,  Colômbia),  com o Mestrado em Desenvolvimento sustentável; e Le  Mans  Université  (França), com o Mestrado em Gestão de Territórios e Desenvolvimento Local.

O programa atende cooperações que trabalhem as seguintes áreas de estudo: Agronomia e Meio Ambiente; Física e Química; Ciências Humanas e Sociais; Ciências Humanas Digitais; Medicina; Biologia Humana; Matemática; Ciências da Terra e do Universo; Ciências da Informação e da Comunicação; e Engenharia. O projeto aprovado nesta edição chama-se “Agriculture et gestion des ressources naturelles sur la côté de la Colombie et en Amazonie brésilienne”.

Na UFPA, o responsável pelo projeto e pelo acordo de cooperação tripartite entre a UFPA – Le Mans – CUC é o professor Aquiles Simões, do Núcleo de Meio Ambiente (NUMA). O coordenador geral do projeto é o professor François Laurent – Le Mans Université. A coordenação na Colômbia (CUC) será da professora Celene Milanés Batista.

Segundo o professor Aquiles Simões, o edital fomenta e fortalece a cooperação científica entre as três instituições envolvidas no projeto. “É importante para a internacionalização da UFPA e sobretudo para o Programa de Pós-Graduação em Gestão de Recursos Naturais e Desenvolvimento Local na Amazônia – PPGEDAM/NUMA”, afirma.

O Prefalc é gerido pelos ministérios da Educação, Inovação, Tecnologia e Ciências Francesas, da França, e apoia a mobilidade para estágios e intercâmbios entre professores de programas de pós-graduação em nível de mestrados para participação em seminários e outras atividades de pesquisa, neste caso, na área de gestão ambiental.

O projeto terá duração de dois anos e se encerrará com a realização de um seminário em Barranquilha, no qual serão apresentados os resultados dos trabalhos e produtos de dois anos em uma perspectiva comparada

Compartilhar