UFPA e Universidade da Beira Interior (UBI) de Portugal assinam Termo de Cooperação Técnica

UFPA e Universidade da Beira Interior (UBI) de Portugal assinam Termo de Cooperação Técnica

A Universidade Federal do Pará recebeu a visita de representantes da Universidade da Beira Interior (UBI) de Portugal para a assinatura de Termo de Cooperação Técnica entre as duas instituições. O objetivo do encontro foi estabelecer quais as melhores formas de estreitar a relação entre as duas universidades, o que inclui ações como a promoção de parceria entre pesquisadores do Brasil e de Portugal e novas possibilidades de titulação.

Reunião UBI ASCOM 1Participaram do encontro o reitor da UFPA, Emmanuel Tourinho; a pró-reitora de Relações Internacionais da UFPA, Iracilda Sampaio; a professora do PPGCom, Elaide Cunha; o reitor da UBI, Antônio Fidalgo; e o vice-reitor de Ensino, Internacionalização e Saídas Profissionais da UBI, João Canavilhas. “Nós estamos, com essa nova cooperação, expandindo a política de internacionalização da UFPA e criando condições para que novos grupos de pesquisa interajam com grupos estrangeiros e alavanquem a sua produção e o seu trabalho de investigação”, ressalta Emmanuel Tourinho.

Para a pró-reitora de Relações Internacionais da UFPA, Iracilda Sampaio, é importante que a Universidade continue estabelecendo novas parcerias para que seja ainda mais reconhecida internacionalmente. “A internacionalização é fundamental nas universidades atualmente. Nós temos que nos tornar conhecidos no mesmo nível que nós conhecemos as universidades estrangeiras mais bem pontuadas.”

Reunião UBI ASCOM 6Entre as pautas tratadas e possíveis de serem atendidas em termos de cooperação específicos estão: intercâmbio, realização de parceria entre pesquisadores de áreas correlatas e a possibilidade de dupla titulação. “Estabelecemos uma cooperação com uma universidade de excelente nível que vai possibilitar uma maior interação dos nossos pesquisadores e vai possibilitar um maior intercâmbio de nossos alunos com os programas de mobilidade. Da mesma forma, esperamos também criar uma oportunidade para a dupla titulação dos nossos alunos de doutorado, que podem desenvolver um trabalho em um ambiente de cooperação e concluir os seus cursos tendo um diploma – brasileiro e português – com validade em toda a União Europeia”, detalha Emmanuel Tourinho.

Futuras ações – Segundo Iracilda Sampaio, este primeiro encontro serviu para que as instituições pudessem alinhar interesses semelhantes, para então ser possível a delimitação de editais específicos para cada tipo de ação. “A partir da assinatura deste convênio inicial, nós vamos começar a trabalhar os convênios específicos. A questão de mobilidade em nível de graduação é importante, vamos verificar de que maneira podemos enviar alguns alunos para os cursos que eles oferecem na Universidade. Já em relação à pós-graduação e a dupla titulação, é necessário criar um modelo, pois cada aluno terá um acordo individual com o seu orientador”, explica.

Reunião UBI ASCOM 5Em princípio, a Prointer vai mapear quais são as áreas de pesquisa desenvolvidas na UBI para, posteriormente, realizar uma chamada de pesquisadores de áreas semelhantes na UFPA, e desta forma aproximar os discentes das duas instituições para que possam formatar projetos de pesquisas em parceria.

Sobre a UBI – Localizada na cidade de Covilhã, a Universidade da Beira Interior acolhe atualmente mais de 7 mil alunos distribuídos em cinco faculdades (Artes e Letras, Ciências, Ciências da Saúde, Ciências Sociais e Humanas, Engenharia). Com estruturas laboratoriais e de investigação de apoio ao ensino, reconhecidas por propiciarem a interligação com a sociedade e ao mundo empresarial, a Instituição foi eleita em 2017 uma das melhores instituições de Ensino Superior da Europa.

Texto: Maissa Trajano – Assessoria de Comunicação da UFPA

Fotos: Assessoria de Comunicação da UFPA

Compartilhar