UFPA oferece exames e orientação sobre diabetes

UFPA oferece exames e orientação sobre diabetes

Mais de 5,7 milhões de brasileiros têm diabetes e não sabem. Outros 14,6 milhões correm o risco de desenvolver a doença, de acordo com a Federação Internacional de Diabetes (IDF). Na Semana de Prevenção à diabetes no novembro azul, a Faculdade de Farmácia da Universidade Federal do Pará (UFPA) oferece atendimento, teste e orientação gratuita à comunidade.

Nos dias 22 ,23, 26 e 27 de novembro, alunos, técnicos e professores do curso de Farmácia recebem a população, das 8h às 12h, na sede da Farmácia Universitária, localizada no Espaço Recreativo do Vadião, na Cidade Universitária José da Silveira Neto, no bairro Guamá, em Belém. Além do teste de glicemia capilar, os farmacêuticos e futuros profissionais irão orientar os presentes sobre como prevenir a diabetes e/ou como melhorar a qualidade de vida de quem já convive com a doença.

Prevenir ou descobrir a doença é importante – De acordo com Marcos Valério Santos da Silva, diretor da Faculdade de Farmácia da UFPA, a ação é importante porque a diabetes é “um fator de risco, que pode levar a sérios problemas de saúde como complicações renais, cegueira e amputação de membros. Saber-se portador da doença e iniciar o cuidado farmacêutico, junto com a equipe multiprofissional em saúde de cada paciente, ajuda na promoção da saúde de cada indivíduo.”

Ainda, segundo o pesquisador da Federal Paraense, o teste de glicemia capilar não é um diagnóstico, mas é um teste de rastreamento que, junto com a orientação do farmacêutico, pode ajudar a indicar num conjunto de pessoas quais podem vir a ter diabetes e precisam procurar um médico.

“Encaminhamos os casos aos médicos para diagnóstico conclusivo e indicação de tratamento. Após a prescrição do tratamento, o paciente pode ser acompanhado por um farmacêutico, no sentido de melhorar a adesão e resposta da farmacoterapia, já que os medicamentos e as ações não farmacológicas, como exercícios e alimentação adequada, são fatores de proteção para os problemas decorrentes da doença”, orienta.

Farmacêuticos ajudam no diagnóstico e prevenção de doenças – Desde a promulgação da Lei nº 13.021/2014, as farmácias passaram a ser consideradas pelo Ministério da Saúde estabelecimentos de saúde pública que podem promover o cuidado e orientação e pacientes.

“O profissional farmacêutico é alguém disponível e acessível à população, que possui informações importantes que podem ajudar as pessoas, e a prevenção à diabetes é uma dessas ações nas quais ele pode ter um papel fundamental”, defende Marcos Valério Santos da Silva.

Projeto permanente – A ação de prevenção à diabetes deverá ser uma experiência piloto para o Projeto de Extensão “Cuidado Farmacêutico na Saúde do trabalhador”, e deverá atender pessoas na UFPA em parceria com a Pró-reitoria de Desenvolvimento e Gestão de Pessoal (Progep) e com o Subsistema Integrado de Atenção à Saúde do Servidor (Siass/UFPA).

“Se alguém tem uma alimentação adequada, pratica exercícios e segue o tratamento com o devido acompanhamento, essa pessoa ou evita desenvolver a doença, ou atenua seus riscos. De todo modo melhora a qualidade de vida das pessoas”, acrescenta o diretor da Faculdade de Farmácia da UFPA.

Serviço:

Orientação sobre Diabetes

Dias: 22, 23, 26 e 27 de novembro

Das 8h às 12h na Farmácia Universitária, localizada no Centro Recreativo do Vadião, na UFPA.

Informações pelo telefone 3201-7202, pelo e-mail farmacia@ufpa.br e pelo site www.farmacia.ufpa.br.

Compartilhar