UFPA sedia XXI Congresso Brasileiro de Paleontologia

UFPA sedia XXI Congresso Brasileiro de Paleontologia

Estão abertas as inscrições para o XXI Congresso Brasileiro de Paleontologia, que ocorrerá de 13 a 18 de setembro deste ano, em Belém. Com o objetivo de congregar profissionais e acadêmicos do Brasil e pesquisadores de outros países, o evento pretende discutir o papel da Paleontologia nos movimentos geológicos e dos seres vivos. Dentro da temática "A paleontologia e os eventos globais", propõe debater sobre a interferência do homem nos processos da natureza.

Idealizado pela Sociedade Brasileira de Paleontologia (SBP) há quase 50 anos, a primeira edição do Congresso foi realizada no Rio de Janeiro, em 1959. Desde então, os demais congressos se concentraram nas Regiões Sul e Sudeste. Em 2001, as discussões chegaram ao Estado do Acre e, em 2009, os organizadores escolheram a Região Norte, pela necessidade de se aprofundar o conhecimento sobre os fósseis da Amazônia. "A importância de Belém sediar esse evento reside, principalmente, na divulgação da ciência paleontológica para despertar vocações e, para que, assim, tenhamos condições de formar recursos humanos que aceitem o desafio de estudar a paleontologia amazônica", assegura o presidente da Comissão Organizadora do evento, o prof.º dr. Vladimir Araújo Távora.

As pesquisas paleontológicas na Amazônia Oriental são desenvolvidas, sobretudo, pela Universidade Federal do Pará, juntamente com o Museu Paraense Emílio Goeldi. "A UFPA possui a tradição em pesquisa paleontológica, contando com uma das maiores coleções científicas do Brasil sobre fósseis amazônicos e de outras regiões brasileiras", completa o pesquisador.

Apesar da programação ainda em construção, algumas temáticas já foram confirmadas. O evento terá duas conferências por dia, dentre elas, uma propõe discutir "O Patrimônio Paleontológico Brasileiro e o Sistema Nacional de Patrimônio". Serão abordados, também, temas que pretendem debater as potencialidades da paleobiota da Amazônia, que visa tratar especificamente de pesquisas relacionadas com os fósseis da região.

A programação também reservará espaço para as discussões sobre o ensino da Paleontologia nos Ensinos Fundamental e Médio. Além de simpósios, minicursos, excursões por sítios paleontológicos e minas da região, tais como: Ilha de Fortaleza, no município de São João de Pirabas, nordeste do Pará e Minas B-17 de Cimentos do Brasil S/A, localizado no município de Capanema.

Para submissão de trabalhos, os interessados devem enviar os trabalhos até o dia 30 de maio de 2009, mediante inscrição de, pelo menos, um dos autores. Os trabalhos devem vir em formato de resumo, contendo os seguintes itens: introdução, metodologia, resultado e discussão, e conclusões.

Para mais informações, visite o site do evento www.xxicbp.com ou se informe pelo (91) 3201-8282.

Compartilhar