UFPB – Projeto melhora aprendizagem e diminui bullying nas escolas

UFPB – Projeto melhora aprendizagem e diminui bullying nas escolas

Projeto de extensão desenvolvido pelo Núcleo de Educação Emocional da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) tem melhorado a aprendizagem e diminuído os casos de bullying nas escolas municipais de Queimadas, na Região Metropolitana de Campina Grande, no Agreste do Estado.

Os integrantes do projeto, que já tem dois anos de atividades  e que é responsável pela implantação da disciplina de Educação Emocional no currículo das escolas públicas de Queimadas, observam que as escolas passaram a trabalhar a educação emocional de modo integral, com toda a comunidade escolar, otimizando não só a relação de alunos e professores, mas também a da escola com as famílias.

“O problema emocional do aluno, muitas vezes, vem da própria casa. Daí a importância de pautar a inteligência emocional com os pais e responsáveis, através de reuniões”, comenta a coordenadora do Núcleo, Elisa Gonsalves.

Segundo a pesquisadora, a educação socioemocional já é uma das competências previstas da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) para as escolas, embora poucas no país a tenham adotado.

Até agora, quatro unidades de ensino de Queimadas já incluíram a educação emocional no currículo. A previsão é de que, em 2020, todas da rede municipal ofertem a disciplina.

O trabalho já se tornou referência internacional na formação de educadores da área. Representantes da Fundação Amar, na Argentina, e da Incluir, no Chile, estão na Paraíba para conhecer o projeto.

Compartilhar