UFPE e Semas assinam acordo para desenvolvimento de projetos e ações na área de resíduos sólidos

UFPE e Semas assinam acordo para desenvolvimento de projetos e ações na área de resíduos sólidos

O Governo de Pernambuco, por meio da Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas/PE), e a Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) formalizam, nesta segunda-feira (3), às 13h, um acordo de cooperação técnica para desenvolver ações conjuntas na área de resíduos sólidos. A assinatura do documento pelo secretário de Meio Ambiente de Pernambuco, José Bertotti, e pelo reitor Alfredo Gomes, acontece após a live ambiental com o tema “Gestão de resíduos em Pernambuco: cooperação para um futuro sustentável”.

O encontro on-line será mediado pela secretária-executiva da pasta ambiental do estado, Inamara Mélo, e contará com a participação do professor Rômulo Menezes, do Departamento de Energia Nuclear da UFPE, e de Bertrand Alencar, superintendente de Meio Ambiente da Semas. A transmissão será feita pelos perfis da Semas no YouTube e Facebook, e pelo YouTube da UFPE.

O professor Rômulo Menezes coordena a Biorrefinaria Experimental de Resíduos Sólidos Orgânicos (Berso), uma parceria com a Diretoria de Gestão Ambiental da UFPE, que tem como objetivo o tratamento e a reutilização de resíduos orgânicos gerados na universidade. O projeto funciona como um centro de produção de energias limpas e renováveis, com ações práticas de reciclagem e tratamento de óleo de fritura, compostagem de resíduos orgânicos, biodigestão anaeróbia de restos de alimentos e horta comunitária. Saiba mais sobre a Berso no vídeo produzido pela Assessoria de Comunicação da UFPE. 

Com apoio de fundos e agências de cooperação técnica, a UFPE vem realizando estudos e levantamentos científicos que subsidiaram a construção das principais políticas estaduais voltadas para o gerenciamento costeiro e a gestão dos resíduos. “Com a formalização desta cooperação técnica, teremos a oportunidade avançar em projetos inovadores que visam garantir a melhoria da gestão dos resíduos sólidos em todo o estado”, ressaltou o secretário de Meio Ambiente, José Bertotti.

De acordo com o superintendente de Meio Ambiente da Semas, Bertrand Alencar, a ideia é unir esforços da Semas e da Agência CPRH com a UFPE, para pôr em práticas projetos comuns. “Pretendemos atuar em programas de capacitação na área de resíduos sólidos voltados para os municípios, com formação teórica e prática, voltadas para a compostagem, refinamento e aproveitamento de óleo usado, produção de biogás, educação ambiental, além do ensino e extensão universitária na área de resíduos”, esclareceu.

VIGÊNCIA – O acordo de cooperação terá vigência de dois anos, contados a partir da data de assinatura do documento, e será norteado por um plano de trabalho, contendo objetivos, justificativa, desenvolvimento, etapas e prazo para execução. Cabe à UFPE exercer, em parceria com a Semas/PE, a coordenação técnica das ações e promover o apoio técnico, articulação institucional e mobilização, além de orientar os trabalhos da equipe e divulgar, nos diversos fóruns e colegiados nacionais, os resultados das ações previstas no plano de trabalho.

“Para a UFPE, também será de fundamental importância nessa iniciativa a parceria e o diálogo com a Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe), para garantir que os interesses dos municípios sejam atendidos da melhor forma, viabilizando a gestão sustentável dos resíduos sólidos urbanos”, explica o professor Rômulo.

Compete à Semas/PE, durante a vigência do acordo, entre outras atribuições, promover o apoio técnico, articulação institucional e mobilização, além de orientar os trabalhos da equipe, assegurando o suporte técnico necessário para o desenvolvimento das ações previstas no âmbito da Semas no estado; e mobilizar, em parceria com a UFPE, os atores locais na implementação das ações estabelecidas no plano de trabalho, em articulação com outros órgãos e instituições parceiras, em especial, os municípios

Compartilhar