UFPE – Projeto de educação na saúde da comunicação entra em nova fase

UFPE – Projeto de educação na saúde da comunicação entra em nova fase

O projeto de pesquisa “Telefonoaudiologia: Ações interdisciplinares de tele-educação na saúde da comunicação humana”, desenvolvido pela UFPE, inicia nova fase, amanhã (25), às 13h, com um ciclo de videoconferências para os profissionais de Fonoaudiologia que atuam na rede hospitalar estadual, fruto da parceria com o Núcleo Estadual de Telessaúde da Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco (NET-SES-PE).

O projeto tem coordenação da professora Cynthia Maria Barboza do Nascimento, do Departamento de Fonoaudiologia da UFPE, e vice-coordenação da pós-doutoranda Tatiana de Paula Santana da Silva, do Programa de Pós-Graduação em Neuropsiquiatria e Ciências do Comportamento da UFPE.

O objetivo do projeto é ofertar videoconferências temáticas na área de saúde da comunicação humana para os profissionais que trabalham nos hospitais da rede estadual de saúde de Pernambuco que possuem salas de telemedicina. O público-alvo são os fonoaudiólogos que atuam nos segmentos ambulatoriais, enfermarias e Unidades de Terapia Intensiva adulto, pediátrica e neonatal dos seguintes hospitais: Barão de Lucena, Agamenon Magalhães, da Restauração, Getúlio Vargas e Imip.

A expectativa é que o projeto contribua para o manejo adequado dos pacientes alocados no ambiente hospitalar, fortaleça o processo de trabalho dos profissionais na perspectiva da interdisciplinaridade, além de criar e consolidar um espaço para produção de conhecimentos e fortalecimento do cuidado integral.

A proposta corresponde a um projeto de pesquisa aprovado pela UFPE em parceria com o NET-SES-PE e desenvolvido por docentes da UFPE, profissionais de saúde parceiros de outras instituições e discentes dos cursos de Fonoaudiologia e Ciências Biológicas.

O calendário das videoconferências previstas para este ano é o seguinte: dia 25 deste mês, das 13h às 14h: “Disfagia – Adulto”, com Coeli Regina Carneiro Ximenes; dia 22 de novembro, das 13h às 14h: “Disfagia Infantil”, com Daniele Pinto; dia 29 de novembro, das 13h às 14h: “Disfagia – Adulto”, com Coeli Regina Carneiro Ximenes; dia 6 de dezembro, das 13h às 14h: “Deficiência Auditiva”, com Lilian Muniz.

Não há necessidade de inscrição prévia dos profissionais para participação nas atividades. As vagas são limitadas à capacidade de alocação das salas de telemedicina de cada Hospital (em caso de dúvidas, os profissionais devem procurar os coordenadores de telemedicina/telessaúde de cada hospital ou entrar em contato com o NET-SES-PE). Todas as videoconferências terão duração média de uma hora e serão certificadas. No dia das videoconferências, haverá um representante do projeto em cada unidade hospitalar para auxiliar na dinâmica das atividades.

HISTÓRICO – Iniciado em 2015, o projeto é desenvolvido em parceria com o Núcleo de Telessaúde do Hospital das Clínicas da UFPE (Nutes-HC-UFPE) e o NET-SES-PE. Esse projeto é um desdobramento de outra ação educacional produzida pela professora Cynthia Maria Barboza do Nascimento, que, desde 2015, em parceria com o Nutes-HC-UFPE, contribui com a oferta de ações de tele-educação em saúde da comunicação humana para os profissionais da atenção primária à saúde. Em 2018, optou-se por estender as ações educativas para os profissionais da rede hospitalar do Estado de Pernambuco e, assim, a professora buscou a parceria junto à diretoria do NET-SES-PE, na pessoa de Dulcineide Oliveira.

Compartilhar