UFPI cria sacola que auxilia no descarte correto de resíduos sólidos

UFPI cria sacola que auxilia no descarte correto de resíduos sólidos

Desapercebidos pela maioria das pessoas, os catadores de resíduos sólidos são responsáveis por 90% do lixo reciclado no país, segundo dados do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) divulgados em 2012. Embora os trabalhadores sejam importantes para o meio ambiente, os mesmos vivenciam situações de exclusão e invisibilidade perante a sociedade e poder público.

Para viabilizar melhores condições de vida aos catadores do município e estimular o descarte correto em Floriano, professores e discentes do Curso de Administração do Campus Amílcar Ferreira Sobral (CAFS) da Universidade Federal do Piauí (UFPI) criaram um protótipo de sacolas plásticas coloridas para conscientizar a população. As sacolas esverdeadas possuem ilustrações sobre separação e tipos de materiais que são passíveis de reciclagem: papel, metal, plástico e vidro.

Sacola criada pelos estudantes 

A ideia surgiu como uma proposta do projeto de extensão “Intervenção Socioeconômica na Comunidade de Catadores de Resíduos Sólidos de Floriano: Uma Proposta Interdisciplinar”, motivada pelo volume de lixo produzido na cidade e lesões sofridas pelos catadores e que poderiam ser evitadas com o descarte correto dos resíduos. O projeto objetiva amenizar situações de risco e construir alternativas para melhorar a qualidade de vida dos catadores de resíduos sólidos na região.

O coordenador do projeto, Prof. Dr. Jairo de Carvalho Guimarães, comenta a invisibilidade dos profissionais e como simples medidas podem modificar a vida deles. “Ninguém quer saber quem é o catador. O que importa é saber que o lixo não estará na porta da sua casa. Não se leva em conta a importância desses profissionais para a repercussão no meio ambiente.”, destaca. O coordenador do projeto também pontua a necessidade da consciência de que todos são responsáveis por esses problemas sociais e ambientais.

O projeto de intervenção atua sob três pilares: melhores condições de vida, implementação de descarte seletivo e reativação da cooperativa dos catadores de resíduos sólidos. Para a concretização desses objetivos, os envolvidos realizam atividades como palestras e mobilizações junto à comunidade e aos dez catadores de resíduos da região vinculados ao projeto.  A proposta de Intervenção na Comunidade de Catadores de Resíduos Sólidos em Floriano é vinculada à Pró-Reitoria de Extensão e Cultura (PREXC/UFPI).

Mais informações:

Mobiliza PREXC: (86) 99816-4121

Coordenador do projeto – Prof. Dr. Jairo de Carvalho: (89) 99921-3355

Compartilhar