UFPR – Coordenadores discutem reforma curricular e problemas da vida acadêmica dos alunos

UFPR – Coordenadores discutem reforma curricular e problemas da vida acadêmica dos alunos

Coordenadores de 44 cursos de Graduação da UFPR passaram a quinta-feira (23) discutindo formas para atualizar e aperfeiçoar os currículos dos cursos, tornar mais ágeis os procedimentos necessários à vida acadêmica dos alunos e discutir aspectos práticos a serem propostos para a reformulação da Resolução 06/10 do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Cepe), que trata da equivalência e aproveitamento de conhecimento dos estudantes. Os debates sobre esses assuntos ocorreram no I Encontro de Coordenadores do Curso de Graduação Prograd/UFPR – Gestão 2012/2016. Foi o primeiro encontro promovido pela Pró-Reitoria de Graduação neste ano e o 15º, se computados os encontros realizados na gestão anterior.

A abertura do evento foi feita pela pró-reitora de Graduação Maria Amélia Sabbag Zainko, para quem os encontros são demonstração da valorização que a Prograd confere às coordenações dos cursos. “Os coordenadores dos cursos são os orientadores acadêmicos do processo de formação dos alunos”, expôs, apresentando as diretrizes de ação da Pró-Reitoria para a atual gestão. O reitor Zaki Akel Sobrinho falou aos participantes que vê, na pessoa do coordenador de curso, o papel do agente guardião da qualidade da Graduação. Zaki lembrou que todos os anos volta a dizer a frase “Este é o ano da Graduação”, porque entende os cursos de Graduação como os “carros-chefes” da universidade. E anunciou que neste ano novamente haverá edital da qualidade da Graduação: “O edital está garantido, aguardamos de vocês sugestões, críticas construtivas, avaliações sobre as nossas propostas”, disse.

Reforma Curricular

O grupo que atraiu maior número de participantes nos debates foi o de Aperfeiçoamento Curricular. Muitas são as angústias dos coordenadores que enfrentam currículos desatualizados, sobrecarregados de disciplinas incluídas ao longo dos anos, sem a devida revisão do projeto pedagógico do curso como um todo. Alguns cursos têm seus currículos com mais de 30 anos. “A carga horária excessiva gera evasão, excesso de pré-requisitos. Há cursos que extrapolam em até 80% as diretrizes de cargas horárias propostas pelo MEC”, expôs a coordenadora de Políticas de Ensino de Graduação Maria Lúcia Accioly Teixeira Pinto. Ela ponderou que a revisão dos currículos é necessária e inadiável.

Nas discussões sobre os procedimentos acadêmicos por parte dos alunos foram abordados principalmente os problemas relacionados à matrícula dos estudantes. Também se discutiu formas para minimizar os prejuízos ocasionados ao aluno que entra por chamada complementar tardia – o aluno já ingressa reprovado por faltas nas disciplinas semestrais – e aventou-se a possibilidade de realização de Chamada Pública, já utilizada por outras universidades, para diminuir o espaço entre as chamadas.

O novo coordenador de Políticas de Acesso e Permanência Mauro Belli falou aos coordenadores sobre a necessidade de alertarem os calouros para a necessidade de confirmação de matrícula nos três primeiros dias de aula. E, para os casos de estudantes representados por procuradores, que seja exigida a procuração com firma reconhecida. Ele lembrou ainda que trabalha para solucionar uma lista de 32 problemas relacionados ao sistema SIE. “Providências estão sendo tomadas onde é possível resolver com o atual sistema”, explicou.

Mauro adiantou que colocará em execução projeto para digitalizar todos os documentos entregues pelos alunos quando do registro acadêmico. O banco de dados digitalizados poderá ser acessado pelas coordenações e os documentos deverão ser devolvidos aos alunos ou guardados pelas próprias coordenações que o desejarem. A emissão de declarações e outros documentos solicitados pelos estudantes também deverá ser agilizada com certificação digital, via portal do aluno.

Resolução vai ao Cepe

O coordenador Robson Bolzon conduziu as discussões sobre a Resolução 06/10 do Cepe, que trata da equivalência e aproveitamento de conhecimentos dos estudantes da graduação que ingressam na UFPR pelo vestibular e também pelo Processo de Ocupação de Vagas Remanescentes (Provar). Robson apresentou uma proposta de resolução que será apresentada ao Cepe e, com a contribuição dos coordenadores, chegou-se a um texto que atendeu a maioria, visando otimizar o processo dentro das exigências legais mas, ao mesmo tempo, pensando nos prazos que os alunos têm para validar ou não as solicitações de equivalências e poderem se matricular nos prazos exigidos.

 

Ascom UFPR

 

 

Collar Styles for Your Face Shape
watch game of thrones online free or Amber set into silver

Manufacturing Designer Jewellery Collections Explained
free online games Maybe they are even thriving

How Many Years Does It Take to Become a Fashion Designer
cheap bridesmaid dresses with 30 million copies sold worldwide

A New Player In Fast Casual
cheapest flights With no real animations to the menus

Halle Berry stuns in a silver Dolce and Gabbana at the
forever 21 how to be a stylish design

How to apply pre bonded hair extensions
jeu gratuit fashion companies the ins and outs

Reviews on Successful Road of Monster Beats Studio Headphones
ballkleider amusing ways to explain to gals that’s about manner

How to Dress Like a California Girl
games The vest can be unforgiving and unflattering on wider framed figures

Compartilhar