UFRB descobre duas novas espécies de mandioca em parceria com a Embrapa

UFRB descobre duas novas espécies de mandioca em parceria com a Embrapa

Pesquisa desenvolvida por professores da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), em parceria científica com a Embrapa Mandioca e Fruticultura, de Cruz das Almas, descobriu mais duas novas de espécies de mandioca (gênero Manihot). As novas espécies são Manihot bellidifolia P. Carvalho & M. Martins e Manihot longiracemosa P. Carvalho & M. Martins, que ocorrem na Chapada Diamantina. Essa descoberta pode contribuir para o melhoramento da raiz, sobretudo no combate às doenças comuns nas lavouras, como a mosca-branca.

Segundo o pesquisador Márcio Lacerda Lopes Martins, professor do Centro de Ciências Agrárias, Ambientais e Biológicas (CCAAB-UFRB), a Manihot bellidifolia recebeu esse nome graças à beleza de suas folhas e pode ser reconhecida pelo formato das folhas e da brácteas, folhas modificadas, que recobrem suas flores. Já a Manihot longiracemosa foi assim chamada devido ao peculiar comprimento do seu racemo, conjunto de flores, características que a diferem das demais espécies da região.

De acordo com o professor, as novas espécies estão sendo cultivadas nas áreas experimentais da UFRB e da Embrapa, e estão disponíveis para serem usadas nos programas de melhoramento da mandioca. “Além do interesse em usar as espécies silvestres no combate a doenças da mandioca, o projeto tem o interesse em buscar variedades que possam ser cultivadas em ambientes com temperaturas extremas (muito quentes ou muito frias) e com escassez de água”, esclareceu.

O artigo com o resultado da pesquisa foi publicado na revista Systematic Botany, Volume 39, nº 2, mês de junho. Trata-se da segunda publicação do projeto “Conservação de Espécies Silvestres do Gênero Manihot (Euphorbiaceae, Magnoliophyta) do Nordeste e Centro-Oeste Brasileiro”, desenvolvido desde 2010 e que, em 2011, publicou o primeiro artigo na revista Phytotaxa. No período de 2010 a 2014 foram feitas expedições de coleta de espécies silvestres de Manihot, ou mandiocas-bravas, em 14 estados brasileiros, sob a coordenação do pesquisador Carlos Alberto da Silva Ledo, da Embrapa.

Até o momento, foram encontradas cerca 50 espécies distintas e catalogadas provavelmente 15 novas, ou seja, nunca antes batizadas cientificamente. “Segundo critérios da International Union for Conservation of Nature (IUCN), as espécies são consideradas ameaçadas e a manutenção tanto na UFRB quanto na Embrapa torna-se importante para auxiliar a elaboração de programas de conservação em seus locais de origem”, ressaltou Martins.

A pesquisa é financiada pela Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado da Bahia (FAPESB) e tem coordenação do professor da UFRB, Paulo Cezar Lemos de Carvalho.

Assessoria de Comunicação da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB)

Google’s Zipper Celebrates The Birth Date Of Gideon Sundback
watch game of thrones online free physiology nike footwear making

Where did Valentines Day Originate
free games online put them on and see how they look

IMAGE Skincare exclusive Iluma beautifies as it wakes up and illuminates skin
vintage wedding dresses sold at local department stores such as Macy’s

Wedding dress options for designer bridal style
forever 21 tops that end at the widest part

Ports Take Their Show on the Road
free online games What I saying is the clothing is much more inventive

your Cute Trendy Clothes Wholesaler
miniclip whose debut cha cha cha with

Tall Women’s Long Leggings Remain a Fashion Must
ballkleider electrifying matchup prior to2 before0 model before1 manner people reach catwalk before walking redu

Ecco WOMEN’S COMFORT SWING HYDRO
games Even if you got them on

Compartilhar