UFRGS – AUGM defende direito dos cidadãos à universidade pública e gratuita

UFRGS – AUGM defende direito dos cidadãos à universidade pública e gratuita

Galeria de imagens

Em reunião nesta quinta-feira,9, no Centro Cultural da UFRGS, os reitores da Associação de Universidades Grupo Montevidéu (AUGM), em continuidade ao encontro semestral da entidade, elaboraram documento de apoio às ações em prol da garantia do dever do Estado e do direito dos cidadãos à universidade pública e gratuita. A associação, que reúne instituições do Brasil, Argentina, Chile, Paraguai e Uruguai, também manifestou apoio à autonomia, à liberdade acadêmica e ao desenvolvimento científico dos países membros. A pauta do encontro incluiu um balanço das ações da associação, como os grupos de pesquisa e os programas de mobilidade docente e discente. Também houve eleição da presidência e da vice-presidência da AUGM e foi discutido o plano de ações da Conferência Regional de Educação Superior (CRES) 2018. Outros assuntos em debate são a expansão da associação e a construção de um plano de desenvolvimento da AUGM.

O encontro desta quinta-feira deu continuidade às atividades iniciadas ontem, 8, com o seminário internacional “Universidade, Sociedade e Estado”, que contou com a conferência do ex-ministro da Educação Renato Janine Ribeiro e com um painel que debateu o papel da universidade.

O evento encerra-se nesta sexta-feira, 10, quando ocorre o Workshop Conjunto para Jovens Pesquisadores, no Centro Cultural da UFRGS. Serão apresentados trabalhos de doutorandos de universidades da AUGM e do Grupo Coimbra sobre os seguintes tópicos: governança e desenvolvimento sustentável; sustentabilidade ambiental, social e econômica; sustentabilidade e infraestrutura; agricultura sustentável; estratégias eticamente sustentáveis; representações da sustentabilidade ecológica e social. A atividade é um evento científico aberto à participação do público interessado no tema.

Compartilhar