UFRN busca subsídio para projetos em Eficiência Energética

UFRN busca subsídio para projetos em Eficiência Energética

Diante da oportunidade de obter subsídios para desenvolver Eficiência Energética (EE) e geração própria de energia na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), representantes da instituição se reuniram com o presidente da Companhia Energética do RN (Cosern), Luiz Antônio Ciarlini, na última terça-feira, 29, para conhecer as principais orientações acerca da Chamada de Projeto Prioritário de Eficiência Energética e Estratégico de P&D nº 001/2016 da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL). O objetivo é fomentar a criação e implantação de projetos pilotos em instituições públicas de ensino superior.

 A iniciativa proporcionará a troca de equipamentos ineficientes, mudança de hábito e consumo, pesquisa, desenvolvimento e capacitação profissional, além de outros benefícios que reduzem os gastos com energia elétrica – um dos principais itens de custeio das IES. “O gasto com energia elétrica evolui de acordo com a expansão universitária. Por isso, acreditamos que a chamada da ANEEL contribui com os esforços já praticados pela UFRN em projetos de eficiência energética para frear as despesas e evitar o desperdício na instituição”, afirmou a reitora Angela Maria Paiva Cruz.

De acordo com a gestora, a UFRN está se preparando para trabalhar com o projeto que propõe o descarte de equipamentos ineficientes, a realização de um diagnóstico energético e a estruturação de um processo de etiquetagem das edificações, além de outras ações obrigatórias que devem ser executadas em até 36 meses. Após receber as orientações na Cosern, a Comissão Interna de Conservação de Energia da UFRN (CICE), juntamente com outros setores e pesquisadores envolvidos, elabora a proposta de projeto para enviar à ANEEL.

Compartilhar