UFRN e ALRN firmam convênio para oferecer mestrado a servidores

UFRN e ALRN firmam convênio para oferecer mestrado a servidores

A Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte (ALRN) assinou convênio com a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) para capacitação de servidores na área de Gestão Pública. A assinatura do acordo aconteceu nesta segunda-feira, 31, e vai permitir que os servidores do Poder Legislativo possam cursar, pelo Instituto Legislativo Potiguar (ILP), o Mestrado Profissional em Gestão Pública.

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ezequiel Ferreira de Souza, disse que a concretização do mestrado foi possível graças ao trabalho que vem sendo realizado desde o início da atual gestão para a implantação do Planejamento Estratégico em todos os setores.

O deputado destacou que a Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte é a primeira no país a oferecer um curso de pós-graduação strictu sensu aos seus servidores. A capacitação, complementou, “está entre as prioridades para possibilitar que a Assembleia possa oferecer à sociedade um atendimento de excelência”.

A reitora Angela Paiva Cruz, durante a cerimônia de assinatura do convênio, agradeceu a confiança e destacou que a UFRN se sente honrada em colaborar com o propósito da Assembleia de capacitar seus servidores. Angela ressaltou que o mestrado na modalidade profissional é aprovado pela CAPES e vem ajudando na política de capacitação em todo o país.

Essa modalidade de pós-graduação, disse ainda a reitora, “além de qualificar o servidor possibilita muitas vezes a proposição de soluções para problemáticas no seu ambiente de trabalho”. Isso porque, esclareceu a reitora, no Mestrado Profissional o estudante pode propor um projeto voltado para problemáticas no seu local de trabalho como trabalho final de curso.

Também participaram do ato de assinatura do convênio o vice-coordenador do curso, professor Antônio Alves Filho, o secretário-geral da ALRN, Carlos Augusto Viveiros, o diretor do ILP, Augusto Jorge de Macêdo, a secretária administrativa Dulcinéia Brandão e o diretor administrativo do ILP, Carlos Russo.

A primeira turma do Mestrado Profissional em Gestão Pública deve iniciar as aulas em março de 2016. Caberá à UFRN a organização do processo seletivo, que começará em outubro.

 

Agecom UFRN

Compartilhar