UFRN e Prefeitura de Macau realizam parceria para melhorar gestão pública

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) estabeleceu parceria técnica com a Prefeitura Municipal de Macau para a produção de um diagnóstico, que foi entregue neste mês de janeiro à cidade da mesorregião Central Potiguar, com o intuito de estabelecer novos convênios entre a gestão municipal e a instituição de ensino para melhorar a qualidade dos serviços públicos prestados à população.

Solicitado pela gestão do município, o “Diagnóstico do Município de Macau-RN” foi finalizado em novembro de 2018, com o objetivo inicial de ser um ponto de referência para o planejamento municipal. Na UFRN, a Pró-Reitoria de Planejamento e Coordenação Geral (Proplan) ficou responsável pelo trabalho, juntamente com o Departamento de Arquitetura.

Sob a coordenação da professora do Departamento de Arquitetura, Giovana de Oliveira, e do Técnico em Assuntos Educacionais do Departamento de Matemática, Albimar Gonçalves de Mello, o diagnóstico foi realizado na área do planejamento e da gestão pública, com a participação de nove voluntários, além da atuação de estudantes de pós-graduação e egressos da UFRN e de professores colaboradores da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN).

Para a coordenadora do projeto, Giovana Oliveira, as conclusões mostraram uma disfunção histórica da gestão em questões elementares, marcada pela desregulamentação do serviço público, o que afeta diretamente o atendimento das necessidades da população.  Ainda segundo a professora essa situação ocorreu porque, ao longo várias gestões, não houve planejamento participativo, levando em consideração os apontamentos dos servidores públicos. “Identificamos ainda um corpo técnico qualificado, mas desestimulado. Dessa forma, é preciso recompor a estrutura administrativa do município”, explicou.

O trabalho foi executado com base na leitura de documentos e na escuta das Secretarias Municipais, quando foi feito o levantamento das demandas. Em seguida, os dados foram trazidos para a Proplan-UFRN, onde houve a análise com base na Matriz SWOT, que é uma metodologia para identificar características como força, oportunidade, fraqueza e ameaça.

De acordo com o prefeito de Macau, Túlio Lemos, a iniciativa surgiu da possibilidade de trabalhar com a universidade, onde está a riqueza intelectual do estado nos diversos assuntos e segmentos. “A importância do diagnóstico é que o trabalho foi feito de forma transparente e livre, como uma espécie de fotografia do momento em que estamos vivendo. Nessa perspectiva, o próximo passo é rever as situações, corrigir as falhas apontadas e, posteriormente, verificar as mudanças efetuadas”, explica.

Ainda na opinião do gestor municipal, o diagnóstico vai contribuir para a melhoria da qualidade de vida da população, pois será uma oportunidade de consertar o que foi apontado como problema. Dessa forma, a consequência será uma melhor prestação de serviço à sociedade.

Compartilhe: