UFRR lança Relatório de Gestão 2012-2015  

UFRR lança Relatório de Gestão 2012-2015  

A reitora e o vice-reitor da Universidade Federal de Roraima (UFRR), professores Gioconda Martinez e Reginaldo Gomes, respectivamente, lançaram nesta segunda-feira (21) o Relatório de Gestão e o catálogo de Obras 2012-2015, além o Calendário 2016 da instituição. O evento realizado no Salão Nobre da Reitoria contou com a presença de todos os pró-reitores, docentes e técnicos administrativos da UFRR.

Entre as principais ações implementadas nos quatro anos de gestão, a reitora frisou o aumento no número de vagas ofertadas na graduação e pós-graduação, a criação de novos cursos, a ampliação da infraestrutura da instituição nos três campi. Além disso a reitora destacou a ampliação da política de assistência estudantil e o início do processo de internacionalização da UFRR.

“Esse é um relatório que mostra um trabalho de servidores, professores e técnicos administrativos, nesses quatro anos. Nós tivemos o cuidado de gerir pelos servidores e a sensação é de dever cumprido. Tivemos uma evolução de patrimonial de 109,14% e quando a gente evolui do patrimônio isso quer dizer que demos mais condições de ensino, pesquisa, extensão e internacionalização”, disse Gioconda Martínez.

Entre os investimentos realizados durante a gestão, destaca-se o aumento de bens móveis em 173,19%, software em 1671,99%, equipamentos de laboratórios em 278,09%, mobiliário em 101,8%, entre outros. A UFRR ampliou para 50 os cursos de graduação ofertados, sendo 29 bacharelados, 20 licenciaturas e um tecnológico, além de 10 mestrados e 4 doutorados.

Atualmente, a instituição tem aproximadamente 9 mil alunos matriculados nos cursos do ensino básico, técnico, de graduação e pós-graduação. O corpo de funcionários é formado por 966 servidores efetivos, sendo 587 professores e 379 técnicos administrativos.

Conforme o vice-reitor Reginaldo Gomes o que está descrito no Relatório demonstra o zelo e o compromisso que toda a equipe teve como a Universidade. “Fazer parte dessa gestão durante 4 anos, com essa equipe, foi deslumbrar diferentes horizontes que me fizeram conhecer melhor não só o Estado onde nasci, vivo e trabalho, mas compreender melhor a Amazônia. Agradeço por estar junto com essa equipe, pois o trabalho coletivo foi de fundamental importância”, disse.

Na oportunidade a reitora também anunciou o lançamento da rede wireless no campus Paricarana, com investimento de R$ 3 milhões, que iniciará a funcionar no começo de 2016. “É um desejo antigo e agora vamos oferecer com a qualidade que a comunidade acadêmica precisa. O projeto também atenderá os campi Murupu e Cauamé”, declarou.

Internacionalização – Outro fator mencionado pela reitora foi a internacionalização da UFRR. “Hoje temos 65 alunos estrangeiros estudando em nossa instituição, quando assumimos havia apenas quatro. Também ampliamos a oferta de vagas para nossos alunos fazerem intercâmbio em outros países”, destacou Gioconda Martínez.

Infraestutura – O pró-reitor de Infraestutura (Proinfra), Joel Moizinho frisou o aumento significativo de prédios na UFRR. “Quem conheceu a Universidade em 2016 e vê hoje percebe a grande diferença, como os três campi avançaram. Essa gestão está entregando uma UFRR com uma infraestrutura melhor, já pronta para atender a ampliação dos cursos para os próximos 3 anos, pois salas de aula suficientes para essa expansão”, declarou.

O pró-reitor destacou ainda que a UFRR é uma das poucas do país que consegue o índice de finalização de obras. “Praticamente não temos obras abandonadas, apenas duas foram interrompidas, mas a gestão conseguiu relicitar e serão retomadas já em janeiro”, completou.

Administração – A Pró-reitoria de Administração (Proad) enfrentou dificuldades como falta de pessoal efetivo, burocracia excessiva, distância dos grandes centros urbanos e falta de recursos. Para o pró-reitor Raimundo Aparecido foram quatro anos de desafio: “Conseguimos concluir a reforma administrativa da Universidade, que foi um fato marcante com a criação de novas pró-reitorias importantes para a instituição”.

Aparecido também destacou o crescimento da tecnologia da informação, com um sistema de informática adquirido e a consolidação da transparência pública, com link disponibilizado no portal da UFRR.

Gestão de Pessoas – Implantada durante a atual gestão, a Pró-reitora de Gestão de Pessoas (Progesp) Edith Romano destacou que foi realizado um trabalho inicial, mas que a área ainda tem muito a crescer dentro da Universidade. “As partes que foram possíveis de fazer estão bastante estruturadas, mas temos muito a fazer ainda. Espero que sejam alcançadas ainda mais conquistas na área de gestão de pessoas que é fundamental”, frisou.

Estão integradas à Progesp a Diretoria de Desenvolvimento do Servidor (DDS), responsável pelo desenvolvimento social e profissional dos servidores; a Diretoria de Saúde e Assistência Social (DSAS), responsável pela promoção do bem estar biopsicossocial da comunidade acadêmica, bem como aos servidores em geral e seus dependentes; a Diretoria de Administração de Recursos Humanos (DARH), encarregada pelo planejamento, coordenação e execução de todas as matérias relacionadas à administração de pessoal; e a Diretoria de Gestão Estratégica e Terceirização (DGET), que é a unidade dirigente pela proposição de estratégias que objetivem a contínua excelência da gestão de pessoas, e pela coordenação das ações de recrutamento e seleção, e das contratações de terceirização dos serviços de apoio administrativo, técnico e especializado.

Assistência Estudantil e Extensão – Desde o início de 2012, após passar por uma reestruturação, as ações da Pró-reitoria de Assuntos Estudantis e Extensão (Prae) foram ampliadas, destacando-se o apoio à permanência do aluno, o acesso ao esporte e o fortalecimento de ações de acessibilidade. Além disso, o setor realiza ações de extensão que visam promover a integração acadêmica com a sociedade.

“Alcançamos nosso objetivo de diminuir o índice de evasão e reter os alunos na instituição, o que fizemos por meio de disponibilização de diversas bolsas, auxílios, o Restaurante Universitário e Residência Universitária. Com relação a parte de extensão, a gente desenvolveu atividades como Programa de Elaboração de Projetos e Captação de Recursos, voltado para as prefeituras do Estado; Projeto Girassol, que atende a terceira idade; o cursinho Pré-vestibular Solidário; e o Projeto de Capacitação dos Reeducandos do Estado de Roraima”, disse a pró-reitora Maria das Graças.

Pesquisa e Pós-graduação – A pró-reitora de Pesquisa e Pós-Graduação (PRPPG), Rosângela Duarte frisou a aprovação de dois novos doutorados durante a gestão, o pleno funcionamento dos Comitês de Ética Animal e Humana e o Comitê de Editoração de Revistas.

“É um trabalho que hoje está estruturado. Nós temos laboratórios de ponta em diversas áreas, com potenciais reais de futuras pesquisas em áreas que a nossa universidade, mesmo sendo pequena, pode ser referência nacional e internacionalmente”, declarou.

Ensino e Graduação – A Pró-reitoria de Ensino e Graduação (Proeg) focou no período de 2012 a 2015 em diversas ações integradas de acesso e permanência do corpo discente da Universidade, visando a excelência do ensino. Conforme o pró-reitor César Lima, nos últimos 4 anos a UFRR aumentou o número de vagas para ingresso nos diversos cursos, saltando de 6 mil alunos em 2012 para mais de 8 mil em 2015.

“Os índices apresentados na Graduação foram positivos. Foram criados novos cursos durante a gestão. Tivemos uma procura crescente em nossos vestibulares. Ampliamos nossa oferta de vagas. Nesse período também aprovamos algumas resoluções importantes”, destacou.

Planejamento – Desde 2008 a UFRR passa por um forte processo de expansão, tanto na infraestrutura quanto no aumento de cursos e vagas na graduação e pós-graduação, além de ter dobrado seu quadro efetivo de pessoal docente e técnico administrativo. Criada após a reestruturação administrativa da instituição, em 2012, a Pró-reitoria de Planejamento (Proplan) é responsável pela gestão do planejamento, do orçamento, da avaliação institucional e da tecnologia da informação da UFRR.

Manoel Junior, pró-reitor da pasta, destacou o empenho da equipe gestora que contribuiu para o crescimento da Universidade em todas as áreas. “Há 12 anos a Universidade já chegou a virar o ano com dívidas e, atualmente, isso não acontece mais. Hoje essa gestão está finalizando e não deixa nenhuma dívida, nenhum contrato aberto. Fechamos o exercício honrando todos os compromissos, com uma margem razoável de recursos. Isso é muito bom e deixa a Universidade cada vez mais forte”, frisou.

Coordenadoria de Comunicação Social – Universidade Federal de Roraima

Compartilhar