UFS – Inauguração do Departamento de Zootecnia

UFS – Inauguração do Departamento de Zootecnia

Obra custou R$ 4.316.300,15 e possui 2.300 m²

Composto por 25 salas para aulas e para atividades administrativas, dois auditórios, dez laboratórios, seis banheiros, biblioteca e duas copas, foi entregue na última sexta, 28, o prédio do Departamento de Zootecnia do campus de São Cristóvão da Universidade Federal de Sergipe (UFS).

O espaço irá sediar as aulas práticas do curso de graduação em Zootecnia, além das atividades do Centro de Ciências Agrárias Aplicadas (CCAA) e do programa de pós-graduação na área. De acordo com o diretor do CCAA, Veronaldo de Oliveira, “o novo prédio beneficia os estudantes, que passarão a vivenciar ainda mais o ambiente acadêmico, e também os docentes e técnico-administrativos, que poderão integrar suas atividades, harmonizando o relacionamento entre os profissionais”.

Há dez anos em funcionamento na UFS, o curso de Zootecnia foi o primeiro na área a ser implantado no Estado.

O reitor Angelo Antoniolli acredita que melhorando as condições estruturais da instituição, os técnicos, professores e estudantes, poderão contribuir com mais qualidade para as ações de ensino, pesquisa e extensão da UFS.

“A entrega do prédio de Zootecnia demonstra o compromisso que a nossa instituição possui com o desenvolvimento de políticas públicas no setor. A UFS vem crescendo, direcionando os seus esforços para a comunidade. E os cursos de Zootecnia, que a partir do próximo semestre letivo também estará no campus do Sertão, levarão ao avanço no que diz respeito ao manejo de animais, oferecendo mais desenvolvimento para o nosso Estado e para o nosso povo”, avalia o reitor.

Jeferson Cartacho, que iniciou o curso de Zootecnia no ano de 2008 e hoje é estudante do programa de mestrado acadêmico da área, narra que durante estes anos percebeu a necessidade de um espaço físico mais apropriado para as aulas. O novo prédio, segundo ele, “trará para as novas turmas algo muito salutar, que é o aprimoramento das aulas práticas, alem da possibilidade da construção de parcerias com outras instituições, o que incrementa todo o cenário do conhecimento da produtividade animal”.

Durante a solenidade de descerramento da placa de inauguração do espaço o chefe do Departamento, Gregório Murilo de Oliveira Junior, destacou o papel social da formação do Zootecnista. Para ele “os laboratórios que compõem o prédio, mais do que salas de aula, representam avanços em sistemas de reprodução, alimentação, piscicultura, biotecnologia, melhoria genética e nutrição animal”.

O professor Jodnes Sobreira Vieira foi homenageado pelos seus colegas do Departamento pelo seu empenho e envolvimento na construção do prédio.

 

 

Assessoria de Imprensa da Reitoria

Fotos: Adilson Andrade/AscomUFS

Compartilhar