UFSB – População assentada do Sul da Bahia reafirma parceria com a universidade

UFSB – População assentada do Sul da Bahia reafirma parceria com a universidade

Servidoras e servidores da UFSB participaram de reunião, no dia 20, no Projeto de Assentamento (PA) Buíque, em Buerarema, município vizinho de Itabuna, para dar continuidade ao diálogo entre a comunidade e a universidade para a realização de um projeto-piloto destinado à educação, por meio de ações de formação e qualificação profissional para a juventude, e também capacitação técnica, a fim de incrementar a produção e a comercialização dos produtos.

A preocupação manifestada pelas lideranças foi com o envolvimento da juventude, “que está dispersa”, principalmente no que diz respeito à identidade rural. Os presentes assinalaram os perigos do êxodo da população jovem para os centros urbanos e também criticaram a apatia em relação à participação na associação e a falta de informação sobre direitos e como reivindicá-los.

O assentamento tem 22 anos, é composto por 28 famílias, sendo três as remanescentes do processo inicial de fundação. Há uma cooperativa e uma associação em funcionamento. O agricultor Paulo Nunes destacou, no encontro, que “os 22 anos de história do assentamento foram resultado de 15 anos de lutas.” Ele pontuou ainda que “a comunidade espera que a universidade saia dos muros e ajude a população do campo. Se não despertarmos sobre a importância do campo, vão todos para a rua e, na rua, somos todos frágeis.”

Angélica Anunciação, liderança da Frente dos Trabalhadores Livres (FTL), ressaltou a necessidade de melhorar a organização das comunidades rurais de todo o território. “Nós viemos para cá com muitos objetivos. Os jovens precisam ser convencidos de que é preciso dar continuidade à luta”.

O professor Ricardo Kalid propôs aos presentes a realização de um levantamento das demandas. A sistematização foi feita por grupos: mulheres, jovens e crianças. Após a exposição de algumas possibilidades pela comunidade, ficou decidido que a equipe da UFSB retornaria no dia 18 de julho acompanhada de estudantes para realizar um diagnóstico socioeconômico com as famílias da comunidade, no turno matutino, e participar de reuniões com as mulheres e com a juventude, pela tarde.

Além disso, os presentes propuseram a realização conjunta de um evento, o Seminário Interterritorial da Agricultura Familiar ou Reforma Agrária, previsto para 27 e 28 de setembro deste ano. Foram compostos grupos de trabalho, que devem se reunir semanalmente, a iniciar pela próxima quinta-feira, 28.

Estiveram presentes ao encontro o professor Ricardo Kalid; a diretora de Sustentabilidade e Integração Social, Valerie Nicolier; o coordenador de Integração Social, Jorge Guimarães; Angélica Anunciação, representando a FTL; o presidente do Projeto de Assentamento, André de Jesus Silva; a Secretária do PA Buíque e Secretária de Juventude no Movimento FTL, Maurício de Jesus Silva, agricultoras e agricultores familiares moradores do assentamento e gestores do município de Buerarema, convidados pela comunidade.

O vereador Roque Borges, o Secretário de Agricultura e o Secretário de Infraestrutura de Buerarema comprometeram-se a cooperar com o assentamento e com os projetos e parcerias a serem firmados com a universidade.

Compartilhar