UFSB se reúne com secretário estadual de Meio Ambiente para tratar sobre bacias hidrográficas

UFSB se reúne com secretário estadual de Meio Ambiente para tratar sobre bacias hidrográficas

Presidentes dos comitês das bacias hidrográficas da Bahia se reuniram nesta terça-feira (30/07), na secretaria estadual de Meio Ambiente (SEMA), em Salvador, para expor demandas prioritárias e buscar uma agenda positiva junto ao Estado. O encontro foi articulado pelo Fórum Baiano de Bacias Hidrográficas para promover o primeiro contato entre os membros dos comitês e o secretário estadual de Meio Ambiente, João Carlos Oliveira da Silva. Participaram 13 dos 14 comitês da Bahia, sendo seis deles afluentes do Rio São Francisco, representantes do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) e da SEMA.

A necessidade do fortalecimento dos comitês foi uma das pautas de destaque, bem como a importância da elaboração e da implementação do plano de bacia, do cadastro de usuário, da cobrança da água e da maior presença do Estado para que as demandas apresentadas avancem com mais agilidade. O primeiro Encontro de Bacias Hidrográficas da Bahia e a participação do Estado no Encontro Nacional de Comitês de Bacias Hidrográficas (ENCOB) também foram assuntos abordados. Cada comitê teve a oportunidade de apresentar sua realidade e tirar dúvidas sobre pontos-chave de sua região.

Um dos participantes do encontro foi o Professor Marcos Bernardes, Decano do Instituto de Humanidades, Artes e Ciências (IHAC) do campus Sosígenes Costa da UFSB, apresentando as demandas locais e mostrando meios de inserir a instituição nos processos do comitê através da utilização de tecnologias obtidas através de estudos e pesquisas.

“Enquanto representante da UFSB e presidente do Comitê das Bacias Hidrográficas dos Rios Frades, Buranhém e Santo Antônio (CBH FRABS), entendo que a reunião com a equipe do Sec. João Carlos foi uma ótima oportunidade de fortalecimento da política de gestão das águas na Bahia. Além das demandas do CBH FRABS, foram apresentadas tecnologias ambientais para monitoramento da qualidade das águas, desenvolvidas no âmbito do Programa de Pós-Graduação em Ciências e Tecnologias Ambientais (PPGCTA), mestrado associativo entre UFSB e IFBA”, relatou Marcos Bernardes após a sua participação no encontro.

Informações: Assessoria de Comunicação CBHSF e Marcos Bernardes
Foto: João Raimundo – Ascom/SEMA – BA

Compartilhar