UFSC e Prefeitura de Santo Amaro da Imperatriz firmam convênio para desenvolvimento de projetos

UFSC e Prefeitura de Santo Amaro da Imperatriz firmam convênio para desenvolvimento de projetos

A reitora da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Roselane Neckel, e o prefeito de Santo Amaro da Imperatriz, Sandro Vidal, assinaram, na última quarta-feira, 26 de fevereiro, um convênio de pesquisa e extensão para o desenvolvimento e execução de projetos voltados às áreas da saúde, educação e meio ambiente. O termo prevê a execução de ações educativas e de diagnóstico parasitológico na rede municipal de ensino, além do desenvolvimento de uma proposta de gerenciamento de resíduos sólidos e estudos de inundações, com planejamento de drenagem urbana.

A UFSC contribuirá com a participação de professores e alunos do curso de graduação em Engenharia Sanitária e Ambiental, do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Ambiental, e das áreas de Saúde, Ciências Biológicas e Ciências Sociais; além disso, a Universidade disponibilizará bolsas aos acadêmicos envolvidos. A contribuição da Prefeitura de Santo Amaro será o fornecimento de transporte e alimentação, além de uma bolsa de estudos e do apoio financeiro para a compra de materiais de consumo e serviços de terceiros.

A reitora destacou as características sociais e ambientais do convênio, e agradeceu aos professores da UFSC o esforço para fazer o projeto sair do papel. “Temos muitos convênios, mas esta intervenção tem um sentido social muito amplo – são milhões de beneficiados. Agradeço aos professores o empenho em buscar recursos”, ressaltou. “Não nos interessa a cor partidária; se os resultados forem bons, estaremos lá como academia, para trazer resultados pelo bem comum. Isto é muito importante para nós: o interesse genuíno em fazer algo para a população; é objetivo da Universidade fazer essa devolução à comunidade”, complementou a reitora.

O coordenador das atividades do convênio é o pró-reitor de Extensão da UFSC, Edison da Rosa, que destacou que se trata de um projeto inédito, preparado pelo seu idealizador, o professor aposentado da UFSC Ronaldo Antonio Salum, há mais de dez anos. “Agradecemos ao professor Salum a iniciativa. Desde o ano passado, temos trabalhado para a criação desse termo de convênio. Estamos aqui para dar o apoio necessário e colocar a iniciativa em prática”, completou.

Salum, morador de Santo Amaro desde 1978, contou que, pela primeira vez desde que concebeu o projeto, encontrou administrações na UFSC e na prefeitura municipal dispostas a realizá-lo. “Encontrei duas mentes abertas e estou feliz que a Universidade possa trazer seus princípios para esta comunidade. Coloco-me agora com um fiscal deste convênio para que tudo aconteça conforme o planejado”, frisou o professor.

O prefeito Sandro Vidal acredita que os grandes beneficiários serão o município e as gerações futuras de Santo Amaro da Imperatriz. “Nossa cidade possui águas importantíssimas para toda a Grande Florianópolis e para as belezas naturais do nosso estado, com 63% do Parque Serra do Tabuleiro dentro do nosso município. Então, precisamos de um plano de saneamento para preservar nossos mananciais”, explicou. “Com o plano de saneamento finalizado também teremos instrumento para buscar recursos no governo federal para futuros projetos”, salientou o prefeito.

Saneamento

O plano de saneamento básico do município precisa abordar o abastecimento de água, a coleta e tratamento de esgoto, a drenagem urbana e a gestão de resíduos sólidos. Por enquanto, Santo Amaro conta com as duas primeiras análises. A professora Alexandra Rodrigues Finotti, do Departamento de Engenharia Sanitária e Ambiental, esclarece que a responsabilidade da UFSC pelo convênio é subsidiar com estudos o plano de drenagem e gestão de resíduos sólidos. “Nossa parte é fazer o levantamento para subsidiar a confecção do plano municipal. Vamos analisar as áreas inundáveis, riscos de inundações, e levantar indicativos para galerias e bocas de lobo”, acrescenta Finotti.

Educação e Saúde

O convênio prevê o projeto “Saúde e Ações Educativas: Parasitologia e Bioquímica na Escola”, que inclui diagnóstico parasitológico nas escolas municipais, com a realização de exames de fezes em todas as crianças e ações educativas para evitar a contaminação e a propagação de doenças. Além disso, haverá orientação nutricional a respeito da ingestão de biomoléculas alimentares essenciais à saúde.

As professoras Juliet Sugai, do Departamento de Bioquímica, e Lenilza Mattos, do Departamento de Análises Clínicas da UFSC, explicam que um dos objetivos é a prevenção de parasitoses. “Todo o trabalho visa à saúde das crianças e à formação delas como multiplicadores para a família, incentivando a mudança de hábitos para uma melhor qualidade de vida”, detalham as pesquisadoras.

A reunião para a assinatura do convênio aconteceu na prefeitura municipal de Santo Amaro e contou com a presença de secretários e vereadores do município, membros da sociedade civil, professores e membros da Administração Central da UFSC, além do prefeito e da reitora.

 

Mayra Cajueiro Warren

 Jornalista / Diretoria-Geral de Comunicação

 

 

 

Why can Angel Batista get away with wearing a fedora
free games online Nancy and David are hosting a cookout

The Perfect Style Women Fashion Dresses
mermaid wedding dresses Many celebrities and movie stars shop there daily

10 Professional Athletes with a Fashion Line
cheap flights winter season boot cut

Browder talks last of FARSCAPE
free online games Honda Civic or it’s one that invokes thoughts of speed and danger

Get Latest and Exclusive Kolkata News through Namaskar Kolkata
jeux fr Penney is

Fashion Guide for Summer 2013
kleider 4 viewpoint of the top tilted reduced

Visual Guide To Buying Suits
ballkleider Inspired by the uniforms of England’s World War I officers

How to Learn to Sell Fashion Accessories as a Business
cool math games Remember to tip him well

Compartilhar