UFSC – Encontro reúne em Florianópolis cientistas que avaliam mudanças climáticas

UFSC – Encontro reúne em Florianópolis cientistas que avaliam mudanças climáticas

Florianópolis sedia de 8 a 12 de novembro encontro dos cientistas da Rede Europeia Sul-Americana para Avaliação da Mudança Climática e Estudos de Impacto na Bacia do Rio da Prata). O projeto reúne aproximadamente 170 cientistas de 20 grupos de pesquisa de 10 países, entre eles membros do Núcleo de Estudos em Monitoramento e Avaliação Ambiental (Numavam), da UFSC. Entre os cientistas estão vários integrantes do IPCC (Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas). O evento será realizado no Hotel Porto Ingleses, na Praia dos Ingleses.

O trabalho da rede tem apoio financeiro da Comissão Europeia e será desenvolvido até outubro de 2012. Predição de mudanças climáticas regionais na Bacia do Rio da Prata (que abrange Brasil, Argentina, Uruguai, Paraguai e Bolívia) e o desenvolvimento de estratégias de adaptação para uso da terra, agricultura, desenvolvimento rural, manejo de recursos hídricos e sistemas ecológicos de áreas úmidas estão entre os objetivos do projeto. A iniciativa busca também o envolvimento de pessoas e instituições interessadas na temática mudanças climáticas e no desenvolvimento de estratégias de adaptação.

De acordo com o professor Sandro Luis Schlindwein, da UFSC, as atividades da rede foram iniciadas em 2008 e devem ser concluídas em quatro anos. A meta é gerar um diagnóstico da situação do clima na região da Bacia do Rio da Prata, quinta maior do mundo, englobando os rios Paraná, Paraguai e Uruguai, além do rio da Prata, com delta entre Uruguai e Argentina. A bacia se destaca por sua importância para a agricultura, geração de energia hídrica na América do Sul.

A rede tem coordenação do Institut de Recheche pour le Développment (IRD). No Brasil, além da UFSC, participam a Universidade de São Paulo (USP), a Universidade Federal do Paraná (UFPR) e o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).

O encontro de Florianópolis vai reunir aproximadamente 70 integrantes da rede para discutir e avaliar resultados preliminares, estratégias de integração com atores interessados na mudança climática e de desenvolvimento de estratégias de adaptação.

Mais informações com o professor Sandro Luis Schlindwein (UFSC – Centro de Ciências Agrárias – NUMAVAM) / E-mail: sschlind@mbox1.ufsc.br / Tel: 3721-5434 – 9963-6830

Compartilhar