UFSC lança campanha para manter o projeto ônibus elétrico

UFSC lança campanha para manter o projeto ônibus elétrico

O projeto do ônibus elétrico movido por energia solar da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), mais conhecido por eBus, vai entrar em nova fase no dia 11 de março, quando começa o ano letivo e será lançada uma campanha de financiamento coletivo para captação de recursos e patrocínios com objetivo de dar continuidade ao programa. “Em junho, o projeto financiado pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações termina. Ele foi um sucesso, e agora queremos convidar toda a comunidade, que conhece o nosso projeto desde 2016, a ajudar a manter a ideia”, diz o coordenador do Laboratório Fotovoltaica UFSC, professor Ricardo Rüther.

O projeto, iniciado em 29 de dezembro de 2014 sob o nome “Desenvolvimento de ônibus elétricos para transporte público por energia solar fotovoltaica”, contou com a Fundação Stemmer para Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (Feesc) para receber e administrar os recursos do Ministério. Criada pela Centrais Elétricas de Santa Catarina (Celesc), a Feesc é credenciada pelos ministérios da Educação e da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações como fundação de apoio à UFSC, ao Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) e à Universidade para o Desenvolvimento de SC (Udesc).

Os usuários do ônibus elétrico da UFSC têm acesso a um ambiente que conta com duas mesas de reunião, tomadas 220V USB, ar-condicionado e wi-fi.

O eBus foi inaugurado em dezembro de 2016, por meio de licitação vencida pelo consórcio WEG-Marcopolo-Eletra-Mercedes, que teve um prazo de 12 meses para  entregar o ônibus conforme as especificações, . Em março de 2017, deu-se início ao serviço regular de transporte entre o Campus Trindade e o Sapiens Parque, no Norte da Ilha. O eBus da UFSC foi o primeiro do país 100% elétrico movido a energia solar. O veículo faz cinco viagens por dia, em torno de 52 quilômetros por itinerário e cerca de 5.000 kms/mês, totalmente alimentado por energia solar gerada nas coberturas do Centro de Pesquisa e Capacitação em Energia Solar da UFSC. Nos 30 minutos de deslocamento entre o campus da UFSC e o Sapiens Parque, os usuários têm um ambiente que conta com duas mesas de reunião, tomadas 220V USB, ar-condicionado e wi-fi. Nos dois primeiros anos de funcionamento, o eBus já rodou mais de 100 mil quilômetros, o equivalente a duas voltas e meia no planeta, transportando mais de 30 mil passageiros. “O eBus tem um forte apelo para a sustentabilidade, preservação ambiental e mobilidade que precisa ser mantido e levado adiante”, ressalta a gerente executiva da Feesc, Angela de Espíndola da Silveira.

Compartilhar