UFSJ implanta seu primeiro doutorado

UFSJ implanta seu primeiro doutorado

A Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ) deu mais um passo importante na sua trajetória. A Coordenação de Aperfeiçoamento do Pessoal de Nível Superior (Capes), do Ministério da Educação, aprovou a proposta de criação dos cursos de mestrado e doutorado em Bioengenharia. A proposta foi apresentada à Capes pelo Departamento de Engenharia de Biossistemas (Depeb), em parceria com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) de Sete Lagoas.

Ambos cursos, mestrado e doutorado, com início previsto para o primeiro semestre de 2010, terão disciplinas oferecidas simultaneamente em São João del-Rei, no campus Ctan, e no campus Sete Lagoas. A interligação das turmas será por vídeo-conferência, a partir de equipamentos recentemente adquiridos com esta finalidade pelo Depeb, através do edital do CT-Infra. Segundo o coordenador da proposta, professor Antônio Carlos Guimarães de Almeida (Depeb), o corpo docente será formado por 20 professores do Depeb e 10 pesquisadores da Embrapa de Sete Lagoas.

O doutorado será estruturado em três linhas de pesquisa: bioengenharia de sistemas neurais, bioengenharia tecidual e bioengenharia de sistemas agro-ecológicos. As mesmas linhas serão disponibilizadas para os futuros mestrandos.

O curso de mestrado tem como requisito a formação em nível de graduação nas áreas de engenharias, com destaque para as engenharias biológicas, biologia, física com especialização em biofísica, ou formações que demonstrem afinidade com a bioengenharia. Já o curso de doutorado tem como público-alvo mestres em engenharia ou biologia, que desejam ampliar pesquisas nas áreas de fronteira entre as duas ciências.

PDI

A proposta do Programa de Pós-Graduação em Bioengenharia é um dos pontos do Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) da UFSJ, documento que norteia a atuação da instituição até 2017, estando relacionada diretamente com a adesão ao Programa de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais(Reuni). Como componente desta adesão, foi aprovado pelo Conselho Universitário o Programa Institucional de Bioengenharia no qual consta a implantação dos cursos de pós-graduação em Bioengenharia, de forma integrada a três novos cursos de graduação: zootecnia, engenharia de alimentos e engenharia agronômica.

De acordo com o professor Antônio Carlos, no Programa proposto pela UFSJ, que segue uma tendência mundial, a Bioengenharia será tratada em sua amplitude e profundidade, como uma nova área que conjuga as ciências básica e aplicada e que visa principalmente ao desenvolvimento de tecnologias biológicas. As aplicações biotecnologia vão desde a prevenção e tratamento de doenças ao desenvolvimento de novos materiais e processos, buscando sempre a melhoria da saúde do ser humano e do meio ambiente. O edital para o mestrado e doutorado deve ser divulgado no início de dezembro.

 

Compartilhar