UFT lança campanha “UFT, parte de mim”

UFT lança campanha “UFT, parte de mim”

Para muito além do ensino que objetiva formar novos profissionais aptos a atuarem no mercado de trabalho, a Universidade tem como um dos seus papéis principais, a contribuição na construção de novos cidadãos. Professores, servidores, técnicos e acadêmicos alimentaram parágrafos de quase 16 anos de história entre ensino, pesquisa e ações de extensão, formando profissionais e cidadãos ano após ano.

Graduada em Direito pela Universidade Federal do Tocantins, em 2008, Esther de Amorim Marinho Sio, de 34 anos, atua hoje como Procuradora do Município de Palmas. A egressa conta que na Universidade aprendeu a valorizar as atividades acadêmicas e a importância de um debate democrático, ” A UFT foi determinante para a minha qualificação profissional e pessoal. Dentro do Câmpus, aprendi não só a ser uma profissional dedicada e a valorizar a atividade acadêmica, como também tive ensinamentos essenciais a respeito da diversidade e da importância de uma debate democrático”, afirma a procuradora.  

Esther enfatiza o orgulho de ter sido formada numa Universidade pública e destaca os passos dados para chegar ao cargo que ocupa, “tenho muito orgulho de ter sido discente da Universidade Federal do Tocantins, pois venho de uma família que valoriza o ensino superior da universidade pública e vejo que, como sou das primeiras turmas do Direito, tive o privilégio de crescer junto com a UFT. Eu escolhi a advocacia pública e tenho certeza que toda a luta para chegar até aqui teve início nas cadeiras da Universidade, nos ensinamentos e no exemplo de muitos professores e na busca pelo conhecimento que vivenciei junto aos meus colegas de faculdade”, completa. 

Empreendedorismo Ambiental

A UFT também foi peça fundamental na vida de Rafael Boff. Natural de Redenção (PA), ele foi a primeira pessoa do ciclo familiar a ingressar em uma universidade. Aos 17 anos, nunca havia visitado Palmas. Fez o Vestibular em Araguaína, pois era mais barato a passagem até lá. Atualmente, o engenheiro ambiental é sócio/proprietário da Unità – Soluções Sustentáveis Ltda, maior empresa de energia solar da região.  Sua empresa já participou da instalação de quase 30 mil painéis fotovoltaicos no Tocantins, gerando economia, propósito, compromisso social, sustentabilidade na prática e uma redução de emissões de dióxido de carbono na ordem de 1.900 toneladas ao ano.

Mas para chegar onde chegou ele percorreu um caminho. Boff relata que veio de família muito simples – trabalhadores da cadeia de garimpo e madeira. “Sempre tive a ideia de viver no ambiente desta profissão, contribuindo com propósito a tudo que gira em torno do tema meio ambiente”, relatou. A UFT colaborou para isso: “A universidade contribuiu umbilicalmente neste processo de amadurecimento de caráter, de conhecimento, de aprendizagem, de técnicas e de prática, seja pela vivência em sala de aula, como também na pesquisa”.

Boff também precisou enfrentar algumas barreiras. “Oriundo de escola pública, não tive aula de matemática na grande maioria do Ensino Médio, o que quase se tornou uma barreira inicial nas aulas de exatas. Praticamente fiz um supletivo paralelo ao curso para conseguir acompanhar o ritmo, com bastante dificuldade”, conta ele. Passado tudo, hoje ele é só gratidão pelas trocas de saberes e vivências com seu orientador Juan Carlos e com os professores Joel, Elisandra, Waldesse, Girlene, Iraci, Moisés, Glaucia e tantos outros. “A UFT me proporcionou por sua estrutura e, principalmente, pelo seu material humano de altíssima qualidade, a condição de me posicionar como capaz, habilitado e estruturado para alçar os voos mais altos dos meus anseios e metas”.

Se ele recomenda a UFT para alguém? “A UFT é, e sempre será, uma grande universidade com ou sem a minha passagem por ela. Porém, eu jamais teria me tornado quem sou, caso a UFT não tivesse cruzado o meu caminho. Gratidão, respeito e recomendação!”, finalizou ele.

Engenheira de Bioprocessos e Biotecnologia 

Outra egressa da UFT que destaca o papel fundamental da Instituição em sua formação é Sandy Emilly Lima Nascimento. Formada em Engenharia de Bioprocessos e Biotecnologia, Câmpus de Gurupi, em 2015. Ela conta que durante a graduação trabalhou em projetos de pesquisa financiados pela UFT, o que despertou nela desde cedo o interesse por laboratórios atrelados à indústria.

A experiência abriu portas para seu primeiro emprego na Granol Indústria Comércio e Exportação S/A, forte indústria de biodiesel no Tocantins, onde ela ficou por um ano como analista de controle de qualidade, tendo a oportunidade de explorar todos os setores da fábrica. Em setembro de 2016, Sandy Emilly foi contratada pela Suzano S/A – maior indústria produtora de papel e celulose do mundo. Lá, ela desempenha a função de analista de laboratório do setor de Qualidade e Processos, participando ativamente das principais etapas do processo de produção, executando análises específicas de controle de qualidade.

“Hoje sou uma profissional com vivência direta em indústria e laboratório, com domínio dos processos e normas de segurança pertinentes a cada setor. Trabalho com ética e responsabilidade, e com certeza devo grande parte disso às oportunidades que a UFT me deu, aos meus professores e à minha orientadora Cláudia Auler. Todos me incentivaram e não mediram esforços para repassar a mim e aos outros alunos todo o conhecimento possível. Tenho orgulho da minha Universidade!”, enfatizou ela.

Compartilhar