UFT – Mês dos Povos Indígenas enfoca educação e direitos

UFT – Mês dos Povos Indígenas enfoca educação e direitos

Com o objetivo de fortalecer os direitos e discutir sobre a educação superior voltada para as aldeias indígenas, acontece nesta segunda-feira (16), às 19h, no Auditório do Cuica da Universidade Federal do Tocantins (UFT), a abertura do Mês dos Povos Indígenas que dividirá ações entre os sete câmpus da universidade nos próximos dias. O evento contará com a participação das comunidades Krahô, Krahô-Kanela, Apinajé, Xerente, Karaja Ilha e Karajá Xambioá.

O Mês é organizado pela UFT por meio da União dos Estudantes Indígenas do Tocantins (Uneit) e Pró-Reitoria de Extensão e Cultura (Proex) com o intuito de gerar um debate de inclusão e melhoramento do acesso e permanência dos indígenas nas universidades do estado, preservando a cultura e propiciando meios para o desenvolvimento no campo educacional de maneira equilibrada.

De acordo com o presidente da Uneit, Wagner Ribeiro, o mês indígena foi pensado a fim de fortalecer a diversidade e tradições do Estado do Tocantins e busca garantia de que as condições ligadas à educação sejam aprimoradas e os direitos resguardados. “Um dos principais focos da programação é o fortalecimento das discussões a partir das vivências dos acadêmicos indígenas”, explica.

Programação Mês Indígenas nos Câmpus
Palmas

16 de março (segunda-feira) – Abertura às 19h no CUICA

-Grupo de dança Karajá

-Mesa de Abertura: 20h-21h – Realidade e desafios para acesso indígenas as universidades.

17 de Março (terça-feira)

08h30-11h45 – Educação Indígena nas aldeias.

14h-17h45 – Direitos Indígenas na atual conjuntura.

25 de Março (Quarta – feira)

-Cultural – Dança Xerente- Hall da Biblioteca

-Feirinha de artesanato Xerente – Hall da Biblioteca

26 de março (Quinta-feira)

-Oficina de Pintura indígena Xerente

-Contos da aldeia Xerente

1º de abril (Quarta-feira)

-Inauguração do Corredor Cultural – Bloco da Reitoria

02 de abril (Quinta-feira)

-Canto Karajá

07 de abril (Terça- feira)

-Pintura Indígena

-Brincando de Arco e Flecha

-Exposição de vídeos

08 de abril (Quarta-feira)

-Canto Kraho-Kanela

-Exposição de vídeos

-Debate “UFT 10 anos de cotas”

10,11 e 12 de abril (Sexta, sábado e domingo)

-2ª etapa do Projeto Caravana da Juventude.

14 e 15 de abril

-Oficina de Artesanato Indígena

-exposição de vídeos

17 de abril

-Encerramento do Mês dos Povos Indígena na UFT.

-Exposição de vídeo e fotos trajetória do mês dos povos indígenas da UFT/2015.

-Lançamento dos Jogos Mundiais Indígenas na UFT.

-Atividade cultural.

Gurupi

23 e 24 de março

-Corredor Cultural

-Oficina de Pintura Indígena

-Conhecendo os Povos da Aldeia UFT

-Cineindi

– Palestra conhecendo os Programas da UFT

Arraias

27 de março

– Diversidade indígena UFT

– Pintura Indígena

– Cineindi

Porto Nacional

30 e 31 de março

– Conhecendo os Povos da Aldeia UFT

– Exposição de fotos

– Oficina de pintura Indígena

– Cineindi

Miracema

01 e 02 de abril

– Conhecendo os Povos da Aldeia UFT

– Exposição de fotos

– Oficina de Pintura Indígena

– Cineindi

Araguaína
6 a 10 de abril

-Marco do mês indígena em Araguaína

-Apresentação de comida típicas dos povos

-Minicurso de língua indígena

-Esporte indígena: Arco e Flecha

-Um dia de Pintura

-Cineindi

-Debate com Cultura

Tocantinópolis

07 e 08 de abril

– Conhecendo os Povos da Aldeia UFT

– Exposição de fotos

– Oficina de Pintura Indígena

– Cineindi


Diretoria de Comunicação – Dicom

Por Caroline Falcão

Compartilhar