UFTM sedia 1º Fórum de Atenção Básica Pró-Saúde

UFTM sedia 1º Fórum de Atenção Básica Pró-Saúde

A Universidade Federal do Triângulo Mineiro recebe mais de 500 participantes do  1º Fórum de Atenção Básica  Pró-Saúde que acontece nesta quinta e sexta-feira, 26 e 27, no anfiteatro A do Centro Educacional e Administrativo.

O objetivo é refletir sobre a articulação ensino-serviço na formação dos estudantes de graduação da área de saúde e educação permanente dos trabalhadores de saúde, bem como divulgar atividades e conhecimentos produzidos por docentes, discentes e trabalhadores de saúde durante estágio nas Unidades de Atenção Básica.

Aberto a participação dos usuários e trabalhadores do Sistema Único de Saúde, discentes e docentes da área da saúde, o evento é uma parceria da UFTM, numa ação do Pró-Saúde – Programa Nacional de Reorientação da Formação Profissional em Saúde e do PET-Saúde – Programa de Educação pelo Trabalho para a Saúde, e da Prefeitura de Uberaba, por meio da Secretaria Municipal de Saúde.

Após solenidade de abertura, no dia 26, às 20h30, Nulvio Lermen Junior, coordenador da Gestão da Atenção Básica do Ministério da Saúde, profere conferência: Integração Ensino-Serviço-Comunidade na Atenção.

Na programação de sexta-feira, 27, mesa-redonda, palestras e apresentação de 62 trabalhos de atenção básica desenvolvidos por alunos e profissionais de saúde de Uberaba.

Pró-Saúde
O Pró-Saúde foi lançado por meio da Portaria Interministerial MS/MEC nº 2.101, de 3 de novembro de 2005, contemplando, inicialmente, os cursos de graduação das profissões que integram a Estratégia de Saúde da Família: Enfermagem, Medicina e Odontologia. Com a publicação da Portaria Interministerial MS/MEC º 3.019, de 27 de novembro de 2007, o programa foi ampliado para os demais cursos de graduação da área da Saúde.
 
Conforme informação da Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde, do Ministério da Saúde, no Pró-Saúde I foram selecionados 89 cursos. Destes, 38 são da medicina, 27 de enfermagem e 24 de odontologia. Para o Pró-Saúde II foram selecionados 68 projetos que contemplam 265 cursos da área da saúde, com impacto sobre aproximadamente 97.000 alunos das 14 áreas envolvidas.
 
Desde 2006, a UFTM integra o Pró-Saúde. Atualmente, alunos de Enfermagem, 57, e Medicina, 62, atuam nos projetos, em onze unidades da Rede Municipal de Saúde, com a supervisão de doze preceptores e o envolvimento de 180 profissionais de saúde que têm contribuído na formação desses profissionais.
 
A íntegra da programação do Fórum e a lista dos trabalhos estão disponíveis no www.uftm.edu.br

Compartilhar