UFU – O poder da literatura e da filosofia em tempos de isolamento social

UFU – O poder da literatura e da filosofia em tempos de isolamento social

Em meio ao momento de crises existenciais em que se encontram as pessoas no Brasil, decorrente do isolamento social e de tantas notícias ruins causadas pela pandemia do coronavírus, são frequentemente apresentadas perguntas em relação às atividades que podemos fazer para que nos aliviemos mentalmente. Parece distante imaginarmos algo de positivo que um isolamento pode nos proporcionar, porém, a literatura e a filosofia se apresentam para provar o contrário.

Nesse tempo de crise, dois pensadores importantes do século XIX podem ajudar a combater nossas angústias, são eles: o filósofo alemão Friedrich Nietzsche e o escritor russo Fiódor Dostoiévski. Nietzsche, assumidamente leitor de Dostoiévski, encontrou nele um psicólogo. Podemos, nós, consultarmos nossos sentimentos através da arte literária? Nietzsche já dizia: “a arte existe para que a realidade não nos destrua”.

A literatura de Dostoiévski permite que conversemos com o autor e suas personagens, fazendo com que não nos sintamos completamente isolados, mas sim acompanhados, por um bom livro, com uma boa trama e ótimas reflexões sobre o que é ser humano. Folheando suas diversas páginas, imergimos em sua estória, nos afastando dessa realidade epidêmica tão difícil de conviver.

A obra do escritor russo intitulada Crime e Castigo acompanha todas essas características citadas acima. Com seu gênio literário, Dostoiévski nos transporta para um mundo não tão distante do que estamos vivendo no momento. Misturando fatos históricos e ficção, a literatura de Dostoiévski nos permite sermos pessoas melhores, mais reflexivas e críticas, trazendo, ao mesmo tempo, uma sensação de conforto e prazer, algo que nos parece muito distante nesse estágio atual.

A arte e a filosofia salvam vidas e, mediante a perda de tantas, com uma desigualdade social extremamente evidente, o livro surge novamente, como nosso amigo mais fiel e aquele com quem podemos ter a qualquer instante uma boa e divertida conversa.

Gabriel Viviani Tagliacozzi é graduando em Filosofia pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), com iniciação científica e trabalho de conclusão de curso sobre a consciência nas obras de Fiódor Dostoiévski.

A seção “Leia Cientistas” reúne textos de divulgação científica escritos por pesquisadores da Universidade Federal de Uberlândia (UFU). São produzidos por professores, técnicos e/ou estudantes de diferentes áreas do conhecimento. A publicação é feita pela Divisão de Divulgação Científica da Diretoria de Comunicação Social (Dirco/UFU), mas os textos são de responsabilidade do(s) autor(es) e não representam, necessariamente, a opinião da UFU e/ou da Dirco. Quer enviar seu texto? Acesse: www.comunica.ufu.br/divulgacao. Se você já enviou o seu texto, aguarde que ele deve ser publicado nos próximos dias.

Compartilhar