UFV – Comunidade universitária avalia como positivo Período Especial de Outono

UFV – Comunidade universitária avalia como positivo Período Especial de Outono

 

Evento PEO em debate contou com expressiva participação da comunidade

A primeira experiência da UFV no oferecimento remoto de disciplinas durante a pandemia da Covid-19 – o Período Especial de Outono (PEO) – foi debatida por professores e estudantes, das diferentes áreas de ensino da Universidade, em reuniões virtuais realizadas nesta quarta-feira (12). As principais impressões desses encontros estiveram em discussão também no evento transmitido no canal UFV em Formação, com a participação de toda a comunidade, nesta quinta-feira (13).

Na mesa de abertura, o coordenador da Coordenadoria de Educação Aberta e a Distância (Cead), Francisco de Assis de Carvalho Pinto, elogiou a iniciativa de promover um momento para ouvir as discussões sobre o PEO. Ele agradeceu a toda a equipe da Cead e da Pró-Reitoria de Ensino (PRE), que não mediu esforços na realização de capacitações para educação remota, inicialmente para 444 docentes, com volume de atividades bastante intensa: vídeos, webinários, mesas-redondas, com apresentação de técnicas e ferramentas para o ensino de qualidade. Essa primeira experiência foi tão positiva que impulsionou outras três ofertas de capacitações, totalizando 1.123 professores inscritos, além de 156 servidores técnico-administrativos e 260 estudantes que atuarão como monitores nas atividades do Período Especial Remoto (PER).

Para o pró-reitor de Ensino, João Carlos Pereira da Silva, “o resultado do PEO foi surpreendente”. Ele reconheceu o esforço de todos os envolvidos e lembrou que, pela sua história, a UFV precisava propor para a comunidade uma alternativa concreta, que possibilitasse o prosseguimento das atividades acadêmicas com qualidade, como o PEO. A iniciativa se despontou de tal forma no cenário nacional que várias instituições federais de ensino superior, baseadas no que a UFV propôs, também ousaram estabelecer uma continuidade de suas atividades, como foi demonstrado em webinários realizados pelo país com integrantes de outras instituições. João Carlos destacou ainda que “o maior patrimônio da Universidade é seu corpo social, representado pelos professores, técnico-administrativos e estudantes, e, com a união e participação de todos, será possível continuar vencendo as dificuldades e ultrapassar desafios para o período remoto que se iniciará”.

De acordo com reitor Demetrius David da Silva, esse evento de discussão foi um compromisso assumido desde o primeiro momento em que o PEO foi idealizado, tendo em vista que já era esperado obter experiências positivas e negativas com a iniciativa pioneira na UFV, “em um mundo novo, sem precedentes, onde não temos respostas para tudo”. Ele agradeceu a todos os envolvidos e, em especial, aos representantes estudantis, que se envolveram e participaram de maneira ativa nas definições no âmbito do Conselho de Ensino Pesquisa e Extensão (Cepe). Demetrius lembrou que o número de vagas por disciplina do PEO foi limitado porque “o padrão de ensino de qualidade da UFV é inegociável” e, por isso, era necessário garantir esse padrão em um processo de ensino-aprendizagem que não fosse unilateral. Ainda segundo ele, a experiência com a iniciativa “foi muito rica e não será problema algum reajustar rumos a partir das reflexões realizadas”. Ao final desse processo, será possível ter ganhos expressivos e atender da melhor forma possível os estudantes. “Nossa missão principal é o ensino. Somos uma instituição de ensino, que também faz pesquisa e extensão”, ressaltou.

Dados da avaliação sobre o PEO

As discussões sobre o PEO tiveram como base principal a pesquisa realizada pela PRE com os participantes do período especial. Os principais dados foram apresentados, durante o evento, pelos assessores especiais Sukarno Olavo Ferreira e Cristiane Aparecida Baquim.

O PEO durou 45 dias, sendo oferecidas 356 disciplinas de graduação, com 7.002 matrículas e participação de 4.489 estudantes e 279 professores, nos três campi da UFV. De acordo com Sukarno, mesmo que o número de disciplinas ofertadas tenha representado cerca de 10% do que a UFV oferece no ensino presencial, “os dados foram impressionantes”, com a aprovação de 6.322 dos matriculados e evasão apenas de 57 estudantes.

O resultado da avalição, com os estudantes e professores envolvidos, também foi positivo. A partir do questionário respondido por 90% dos professores e 56% dos estudantes participantes, de maneira anônima, foi possível verificar que a maioria dos docentes e discentes avaliou os equipamentos, internet, ambiente de estudo e ambiente virtual de forma satisfatória, sendo a opinião da maioria acima de 7.

A maior parte dos estudantes avaliou como “semelhante, melhor e muito melhor” as disciplinas oferecidas pelo PEO, em comparação com o formato presencial. Apenas 25% consideraram uma experiência “pior” do que a presencial. Já 60% dos professores avaliaram que oferecer disciplinas pelo PEO foi “semelhante e melhor” do que de forma presencial, enquanto 35% consideraram “pior”.

A conclusão é de que o PEO foi uma experiência transformadora e desafiadora, como demonstraram a professora Cristiane, por meio da parte qualitativa do questionário, e os docentes da UFV Karla Maria Damiano Teixeira e Thiago Mendonça e a representante estudantil Ana Maria Medeiros de Oliveira, com base em suas vivências e acompanhamento das reuniões realizadas. Dentre os aspectos positivos mencionados estão: a reflexão da prática pedagógica propiciada pelo PEO, as ferramentas como Google meet e classroom e a dedicação dos professores no oferecimento das disciplinas. Já entre os pontos que precisam de atenção estão: melhorias das ferramentas disponibilizadas pelo PVA Net, cuidado com a saúde física e mental e melhor disponibilização de conteúdos durante as disciplinas, com integração adequada entre atividades síncronas e assíncronas.

Todos os dados da avaliação do PEO podem ser verificados neste link. Os interessados em saber mais sobre como foram oferecidas as disciplinas podem clicar aqui e conferir a reportagem sobre uma das disciplinas ofertadas, que resultou em boas ideias.

Compartilhar