UFV integra delegação oficial do Brasil na Cúpula Mundial de Combate à Fome

UFV integra delegação oficial do Brasil na Cúpula Mundial de Combate à Fome

O reitor da Universidade Federal de Viçosa (UFV) Luiz Cláudio Costa foi convidado pelo gabinete da Casa Civil e pelo Ministério das Relações Exteriores a fazer parte da delegação oficial brasileira na Cúpula Mundial de Segurança Alimentar, a ser realizada pela FAO, em Roma, Itália, nos dias 16, 17 e 18 de novembro, tendo o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, como chefe da delegação brasileira. Na oportunidade o reitor assinará, com a presença do Presidente da República, do Diretor geral da FAO, Jacques Diouf, o termo de acordo entre a UFV e a FAO, o primeiro a ser assinado entre uma Universidade da América Latina e a FAO. A delegação brasileira contará com a participação do ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República, Luiz Dulci; o ministro do Desenvolvimento Agrário, Guilherme Cassel; o ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim; o ministro do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Patrus Ananias; e o embaixador Milton Rondó Filho, coordenador-geral de ações internacionais de combate a fome. O embaixador brasileiro em Roma, Marcondes de Carvalho, está cuidando da agenda da delegação brasileira junto a FAO.

Vários chefes de estado de todo o mundo participarão da cúpula, que é o mais importante evento sobre a fome realizado no mundo. O reitor Luiz Cláudio, juntamente com a delegação brasileira, estará deixou o Brasil na última sexta-feira e, no sábado, teve uma reunião da delegação brasileira em Roma. No domingo, dia 15, ocorreu a assinatura do acordo FAO-UFV, e nos dias 16, 17 e 18 as mesas-redondas nas quais serão definidas as ações no combate a fome a serem executadas nos próximos anos. O Presidente Lula fará o seu pronunciamento no evento no dia 16 à tarde. A Cúpula Mundial de Segurança Alimentar tem como objetivo obter maior coerência na governança mundial sobre segurança alimentar e contribuir para aprimorar as políticas públicas e os aspectos estruturais do sistema agrícola internacional.

Um dos pontos principais da pauta será a cooperação sul-sul nas ações de combate à fome. Como enfatiza o reitor Luiz Cláudio, nesse particular, a participação da UFV no evento se reveste de um caráter especial, dada a trajetória da pioneira da Instituição nas atividades de ensino, pesquisa e extensão relacionadas com a produção agropecuária, propiciando ao Brasil as condições para se transformar num dos maiores produtores mundiais de alimentos. “O problema da fome no mundo não poderá ser resolvido sem a participação do Brasil e, para que isso ocorra, é decisiva a participação da UFV, que teve papel fundamental no desenvolvimento da agricultura tropical no mundo”, afirma o reitor.

A participação da UFV na Cúpula Mundial de Combate à Fome decorre, principalmente, das ações de parceria já em andamento com a FAO, agência das Nações Unidas voltada para a agricultura e a alimentação e do reconhecimento do Governo brasileiro pelas recentes ações tomadas pela UFV. O reitor Luiz Cláudio Costa, esteve recentemente em visita oficial à agência, em Roma. O encontro serviu como ponto de partida para a assinatura de um acordo de cooperação com a FAO, direcionado para a colaboração sul-sul e para ações de combate à fome na África e na América Latina. Segundo o diretor-geral assistente da FAO, José Maria Sumpsi Viñas, a ação, bilateral, se consolidará com a UFV atuando nas áreas de ensino, pesquisa e extensão não apenas nos países de língua portuguesa, mas nos continentes africano e sul-americano.

 

Compartilhar