UFVJM – Iniciativa do Campus do Mucuri da UFVJM possibilita doação de álcool 70º para instituições de Teófilo Otoni

UFVJM – Iniciativa do Campus do Mucuri da UFVJM possibilita doação de álcool 70º para instituições de Teófilo Otoni

O Campus do Mucuri da Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM), por meio da Câmara Técnica de Engenharia e Materiais (CTEM) e do comitê Técnico-Científico Multidisciplinar (CTCM) da UFVJM para assuntos referentes ao combate à Covid-19, fez doação de álcool 70° (gel e líquido) para instituições de Teófilo Otoni. Os produtos foram conquistados por meio de parceria com o Instituto Federal do Norte de Minas Gerais (IFNMG), Campus Salinas. Ao todo, 11 instituições foram beneficiadas, entre hospitais, lares de idosos, Corpo de Bombeiros, com 780 litros de álcool 70º.

De acordo com o professor do Instituto de Ciência, Engenharia e Tecnologia (Icet) e membro do comitê, Cristiano Agenor, essa primeira entrega só foi possível porque o IFNMG doou o produto, mas a previsão é de que o próprio Campus do Mucuri produza álcool para combate à Covid-19. “Essa ação marca a abertura de mais um trabalho do comitê técnico que pretende, em breve, iniciar a produção de álcool 70º para garantir a distribuição contínua à rede de saúde e outros órgãos de Teófilo Otoni. A produção ocorrerá no Laboratório de Química do Icet da UFVJM, Campus do Mucuri”, afirma.

O professor explica, ainda, que para viabilizar a produção do álcool no Campus do Mucuri, parcerias já estão sendo firmadas. “O Movimento Pró-Rio Todos os Santos e Mucuri (MPRTSM), o Projeto de Produção de Álcool 70º e o Grupo de Extensão e Pesquisa em Agricultura Familiar (Gepaf) da UFVJM estão firmando termo de compromisso para recebimento de recursos. Depois dessa etapa iremos iniciar a compra dos insumos e materiais”.

Além do professor Cristiano Agenor, também participam da ação de produção de álcool 70º no Campus do Mucuri os professores Jairo Lisboa Rodrigues, Leonel de Oliveira Pinheiro e os técnicos administrativos Everton Wilker de Abreu Almeida, Luís Ricardo de Souza Corrêa e Thiago Freire Alves Ferreira.

Compartilhar