UnB CEPE define cronograma para retomada das aulas de forma remota em 17 de agosto 

UnB CEPE define cronograma para retomada das aulas de forma remota em 17 de agosto 

O Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Cepe) da Universidade de Brasília aprovou, por 50 votos favoráveis, um contrário e uma abstenção, o cronograma de ajuste na oferta de disciplinas para a retomada do calendário acadêmico. O colegiado já havia deliberado em reunião anterior a data de reinício do semestre, com atividades não presenciais, para 17 de agosto. Agora, definiu o calendário de ações necessárias para que a instituição esteja pronta para a volta.

De acordo com o cronograma aprovado, haverá três semanas de ambientação após a retomada do semestre, até 4 de setembro. O prazo tranquilizou parte dos conselheiros, que estavam preocupados com o novo formato das atividades.

Vice-reitor Enrique Huelva conduziu a 608ª reunião do Cepe, na qual o decano do DEG, Sérgio de Freitas, apresentou o cronograma de ajustes na oferta de matrícula para o 1º/2020. Imagem: Reprodução UnBTV

 

“Esse prazo garantirá que todos estejam adaptados às novas condições. Aquelas unidades que estiverem em condições de iniciar o semestre, sem prejudicar os estudantes, podem iniciar dia 17″, explicou o decano de Ensino de Graduação, Sérgio de Freitas.

“Com essa ambientação, percebo que a proposta feita na outra reunião pelo meu instituto [de adiar o início das aulas] está contemplada. Estávamos muito preocupados em saber se vamos conseguir ter acesso a todos os nossos alunos e alunas”, comentou a professora Flávia Narita, do Instituto de Artes (IdA).

“Nossos alunos estão ansiosos para começar as aulas em 17 de agosto. É claro que ninguém vai fazer avaliação no dia 18, não é nosso objetivo dificultar a vida da comunidade”, afirmou o diretor da Faculdade de Medicina (FM), Gustavo Romero.

MATRÍCULAS – Os colegiados de curso terão até o dia 27 de julho para deliberar sobre quais disciplinas deverão ser excluídas e, em casos excepcionais, quais deverão ser incluídas. Até 2 de agosto, a Secretaria de Administração Acadêmica (SAA) vai divulgar a lista com a nova oferta. O prazo para matrícula será de 3 a 10 de agosto e o procedimento poderá ser feito por meio do envio de e-mail para as secretarias de curso ou com solicitação no Sistema Integrado de Gestão das Atividades Acadêmicas (SIGAA). Haverá, ainda, canal exclusivo para estudantes que não têm acesso à internet, pelos telefones 3107 0521 ou 3107 0522.

A matrícula não precisará ser refeita por todos os estudantes. Isso porque as disciplinas que podem ser realizadas de maneira não presencial não serão canceladas. “Os estudantes, nesses casos, não precisam se manifestar. Seguem automaticamente matriculados, como já estavam”, esclareceu o decano Sérgio.

Cronograma foi aprovado na 608ª reunião do Cepe por 50 votos favoráveis, um contrário e uma abstenção. Imagem: Marcelo Jatobá/Secom UnB

 

Sérgio pontuou que o cronograma foi estabelecido de maneira colaborativa, com participação da Câmara de Ensino de Graduação (CEG), dos coordenadores de curso (de graduação e pós) e do Subcomitê Acadêmico do Comitê de Acompanhamento das Ações de Recuperação (CCAR). “No CCAR, também tivemos várias reuniões com estudantes, que nos ajudaram a chegar à melhor proposta”, observou.

A decana de Pós-Graduação, Adalene Moreira, falou sobre a situação dos programas. “Nós temos flexibilizado prazos para defesas e trancamentos. Discutimos a proposta do cronograma junto ao CCAR e aos estudantes da pós, mas os programas também podem se reorganizar a partir de suas realidades”, disse.

Os detalhes sobre como ocorrerão as atividades não presenciais (quais plataformas, como deverá ser a interação entre docentes e estudantes, quais serão as regras válidas para o período, entre outros) ainda serão objeto de deliberação pelo Cepe, em reunião prevista para a próxima quinta-feira (23). Entretanto, o vice-reitor, Enrique Huelva, tranquilizou os conselheiros.

“Nós incorporamos neste texto tudo o que foi apontado como importante pelas unidades acadêmicas e pelo DCE [Diretório Central dos Estudantes]. O resultado é uma resolução muito flexível, no sentido de que não vamos prejudicar ninguém neste período tão atípico para todos nós”, destacou Huelva.

CONECTIVIDADE – Durante a reunião, o decano de Assuntos Comunitários, Ileno Izídio da Costa, mencionou a construção conjunta do edital de inclusão digital, também feita em parceria com os estudantes. Lançado na última terça-feira (14), o edital busca garantir aos discentes em situação de vulnerabilidade socioeconômica acesso a computador e à internet de boa qualidade.

“Até o momento, mais de 1.600 estudantes já se inscreveram”, contou. Ainda segundo o decano, 26 unidades responderam ao chamamento feito pelo pelo DAC em relação ao empréstimo de máquinas para esses alunos (mais de 370 já estão disponíveis). O decanato também está fazendo uma campanha para estimular a doação de equipamentos por pessoas de fora da comunidade da UnB.

Compartilhar