UnB – Mudanças administrativas aprimoram gestão de obras

UnB – Mudanças administrativas aprimoram gestão de obras

Novo modelo busca agilizar planos, execução e acompanhamento de edificações nos campi

Com mais de 500 mil m² de área construída, a Universidade de Brasília é uma instituição de números superlativos. Seus mais de 45 mil estudantes regulares estão divididos em quatro campi, que dispõem de complexa estrutura para atividades de ensino, pesquisa e extensão. Atender melhor as crescentes demandas por novos espaços e coordenar projetos e obras em curso é a missão de diretorias recém-criadas: a de Gestão de Infraestrutura (DGI) e a de Obras (DOB).

Estabelecidas há nove meses, as duas unidades compõem uma rede administrativa voltada para aprimorar todas as etapas que envolvem construções, reformas e manutenções de edifícios.

A DGI coordena os trabalhos dessa rede, e a DOB participa do planejamento, da elaboração de editais de licitação e da fiscalização de obras. “Estamos implementando um sistema em que não há subordinação entre os integrantes, mas que estabelece atribuições bem definidas”, explica o engenheiro civil e doutor em engenharia de produção André Luiz Aquere, responsável pela DGI.

Além das novas diretorias, o sistema coordenado por André Luiz inclui o Centro de Planejamento Oscar Niemeyer (Ceplan), responsável pela elaboração de projetos, a Prefeitura dos Campi (PRC), que cuida da manutenção predial na universidade, e o Centro de Informática (CPD). “Esse tipo de organização já existe com sucesso em universidades federais como as do Rio Grande do Sul e do Rio Grande do Norte”, afirma o diretor, docente do Departamento de Engenharia Civil e Ambiental há 28 anos.

O novo modelo traz um perfil técnico para a gestão de obras. As principais atividades da área passam a ser conduzidas por servidores da universidade. Um deles é o engenheiro Henrique Pires, diretor da DOB. “Conseguiremos mais agilidade em todos os processos que envolvem obras”, diz. “Temos um corpo técnico qualificado que passa a ser mais valorizado com essas mudanças”, avalia ele, servidor da UnB desde 1995.

DGI, DOB e Ceplan estão ligados ao Decanato de Administração e Finanças (DAF) e fazem parte do Comitê Gestor de Infraestrutura, presidido pela vice-reitora da UnB, Sônia Báo. O comitê também conta com representantes do DAF, da PRC, do CPD e do Decanato de Planejamento e Orçamento.

PRIMEIROS RESULTADOS – O trabalho das novas diretorias começa a surtir efeito. André Luiz Aquere cita as reformas do Instituto de Geociências e da Faculdade de Comunicação como intervenções bem executadas e que cumpriram cronogramas estabelecidos. “As duas obras não extrapolaram prazos contratuais como era comum acontecer”, diz. Finalizadas no primeiro semestre deste ano, as reformas custaram R$ 1,5 milhão. As vistorias de recebimento da restaurada Casa do Estudante também foram realizadas pela DOB.

A estimativa dos gestores é de que R$ 30 milhões sejam empenhados para obras nos campi este ano. Os investimentos incluem a consolidação do campus de Planaltina. Alojamentos, estação elevatória de esgoto e estacionamento já foram entregues.

Módulo de prática esportiva e prédio de laboratórios serão finalizados ainda este ano. Obras de acessibilidade no Instituto Central de Ciências e a construção de centro de convivência também estão previstas.

Hugo Costa – Da Secretaria de Comunicação da UnB

Marcelo Jatobá/UnB Agência

RECURSOS HUMANOS – O quadro de servidores proposto para atuar na DGI e na DOB é de 30 profissionais. Vagas para arquitetos, engenheiros civis, eletricistas, florestais e de produção foram solicitados ao Decanato de Gestão de Pessoas. Sete delas já foram atendidas. “Precisamos de uma estrutura adequada para especificar, fiscalizar e receber bem as obras contratadas”, diz André Luiz.

Segundo o diretor da DGI, a comunicação entre a universidade e empreiteiras vencedoras de licitações se dá apenas por meio de fiscais capacitados. A ideia é evitar alterações em obras após a aprovação dos projetos. “Outra de nossas diretrizes é só licitar obras com todos os projetos executivos em mãos”, afirma.

André Luiz ressalta o envolvimento institucional em favor do novo modelo de gestão de obras. “A participação do Ceplan, da Prefeitura, da Reitoria e também da Procuradoria Jurídica tem sido fundamental para conseguirmos a estrutura necessária para sermos mais eficientes nessa área tão importante para a UnB”.

Victoria Beckham pregnant with baby number 4
watch game of thrones online free although many of my example photos refer to lighted coats

Fun Games for Dress Up
free games online which experts claim microcontroller to get your automated trends

You Can Find Great Junior Clothing Stores Online
games online Color Blocking Using 2 or 3 colors on the same piece

Best 3 accessories to buy
cheap prom dresses Quality is subpar

Summer camp for fashion design and doll lovers ages 6
onlinegames Roll the log of cheese in the mixture

Would you wear Duro Olowu for J
jeux how to make the most of using sun block

National Fashion Deals and Sales
kleider For the most part you just relax and

Sandbaggers WOMEN’S LUCY GOLF SANDALS CHAMPAGNE LIZARD
ballkleider biggest north western nicely newport mesa inn

Compartilhar