Unesp expulsa 17 estudantes de Araraquara após invasão a diretoria

Unesp expulsa 17 estudantes de Araraquara após invasão a diretoria

Unesp (Universidade Estadual Paulista) expulsou da instituição 17 estudantes que invadiram a diretoria do campus de Araraquara (a 273 km de São Paulo) entre os meses de maio e junho.

A sala da diretoria da Faculdade de Ciências e Letras da Unesp foi invadida por estudantes em 30 de maio. Só deixaram o local em 20 de junho, após a universidade obter reintegração de posse na Justiça.

Os estudantes invadiram o local sob a alegação de reivindicar a ampliação e melhorias no programa de moradia estudantil.

De acordo com a Unesp, os 17 estudantes foram desligados após sindicância disciplinar instaurada em agosto para apurar a invasão da sala da diretoria constatar uma série de infrações disciplinares.

Entre as irregularidades estão praticar ato “atentatório à integridade física e moral de pessoas”, perturbar os trabalhos escolares, desacatar membro da comunidade universitária e praticar atos que atentem contra o “patrimônio científico, cultural e material” da universidade.

A expulsão está prevista no regimento geral da instituição. A decisão foi publicada na edição do “Diário Oficial” do Estado da última quinta-feira (29).

Durante a reintegração de posse, iniciada ainda na madrugada de 20 de junho, 15 estudantes foram detidos e levados à delegacia. Após serem ouvidos, foram liberados.

A Folha não obteve contato com a defesa dos estudantes nesta terça-feira (3). Segundo a Unesp, durante a sindicância, os “alunos desligados tiveram direito à ampla defesa e ao contraditório”.

Marcelo Toledo – Folha de S. Paulo

Compartilhar