Unifei fica em 3º lugar na maratona universitária da eficiência energética 2008

Unifei fica em 3º lugar na maratona universitária da eficiência energética 2008

A Universidade Federal de Itajubá (UNIFEI), representada por uma equipe de 18 alunos coordenados pelo professor José Hamilton Chaves Gorgulho Júnior, do Instituto de Engenharia de Produção e Gestão (IEPG), participou da 5ª etapa da Maratona Universitária da Eficiência Energética no Kartódromo Ayrton Senna, do complexo automobilístico de Interlagos, em São Paulo. A equipe se destacou na categoria ‘veículo elétrico’ e obteve o 3º lugar da competição.

A Maratona teve como objetivo desafiar os estudantes a desenvolverem veículos protótipos para obter o máximo de desempenho em duas categorias de motorização: gasolina e elétrico. Este ano, participaram da competição 14 universidades com 29 veículos, sendo 14 elétricos e 15 a gasolina. Na categoria gasolina, os protótipos receberam um tanque com cerca de 200 ml de combustível e  realizaram 12 voltas no anel externo do circuito (803 m). Depois disso, o tanque foi retirado e avaliado, obtendo-se o consumo. Na categoria elétrico, foram utilizadas baterias de motocicletas (12V, 6Ah) e os veículos percorram o circuito até ficarem sem carga, sendo avaliada a distância percorrida por cada um.

Na categoria elétrico, em que a equipe da UNIFEI participou pela primeira vez, o desempenho foi excelente, conseguindo um pouco mais de 32 voltas (quase 26 km), superando o recorde do ano anterior e ficando a poucas voltas dos dois veículos da Universidade Federal de Santa Maria (bicampeã na categoria). Já na categoria gasolina, os resultados não foram os esperados. Apesar das modificações efetuadas no protótipo de 2007, o consumo de combustível representou cerca de 111 km/l, bem abaixo dos 350 km/l do campeão (valores não oficiais).

Segundo o professor José Hamilton, “a equipe se apresentou sempre unida e trabalhou bastante para obter este resultado, mesmo com duas grandes dificuldades: a falta de espaço e de um lugar adequado para testar os protótipos”. Os carros foram montados na república de um dos estudantes e alguns testes foram realizados em uma avenida da cidade. O professor ainda ressaltou que projetos como esse estão alinhados ao pensamento do fundador da universidade, Theodomiro Santiago, “se a ciência é filha da observação e da experiência, estes são, em verdade, os processos pelos quais, principalmente, ela deve ser ensinada”.

A equipe, composta por alunos dos cursos de Engenharia da Computação (Milena e Renan), de Controle e Automação (Lucas, Marina e Muriel), Elétrica (Felipe, João Victor, Thales e Vinícius), Mecânica (Afonso, Arthur, Dóris Filipi e Rafael) e de Produção (Henrique, Raul, Rodolfo e Tiago), contou com o apoio das empresas Aerotron e Speaking, e de instituições como Fapepe e Fupai. Além da colaboração dos institutos da UNIFEI e de todo o pessoal da oficina mecânica.

Compartilhar