Unifesp realiza colóquio sobre educação a distância

Unifesp realiza colóquio sobre educação a distância

Evento discutiu políticas, modelos e cursos de graduação

A Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) promoveu no último dia 13 de julho o I Colóquio UAB/ Unifesp. O evento reuniu a comunidade acadêmica da instituição envolvida no segmento da educação a distância (EAD) para discutir políticas, modelos e cursos de graduação.

A UAB/ Unifesp oferece os cursos de especialização em Cuidado Pré-Natal, Gestão em Enfermagem, Gestão em Saúde, Gestão Pública, Gestão Pública Municipal, Informática em Saúde e Saúde Indígena; de Formação para Professores, Tutores e Equipe Multidisciplinar, além de Mestrado Profissional em Matemática em Rede (PROFMAT) e o futuro Mestrado Profissional em Química em Rede (PROFQUI).

Na abertura dos trabalhos, a coordenadora da Universidade Aberta do Brasil (UAB)/ Unifesp, Izabel Meister, agradeceu aos presentes e ressaltou que a realização do colóquio é de grande valor para a instituição. “Este colóquio pretende desenhar possibilidades na graduação e pós-graduação, contribuindo assim com o Plano Nacional de Educação (PNE)”. A rede UAB é composta por 87 instituições e desde 2005 já formou mais de 120 mil pessoas e atualmente conta com 73 mil alunos.

A pró-reitora de Graduação, Maria Angélica Pedra Minhoto parabenizou os membros da UAB/ Unifesp pelos 10 anos de trabalhos e afirmou que o debate é de extrema importância, especialmente para a graduação. “A educação a distância traz consigo a democratização da educação superior com qualidade”, disse a pró-reitora.

Já a reitora da Unifesp, Soraya Smaili, recordou o início dos trabalhos da Unifesp no campo da EAD, que ocorrem antes mesmo da criação da UAB. Para Soraya, a educação a distância é fundamental para o alcance das metas do PNE. A reitora falou também que a expansão das atividades de ensino a distância devem ser feitas com qualidade e elogiou a equipe institucional. “Vejo com clareza e objetividade a forma como a equipe da UAB/ Unifesp desenvolve suas atividades”, completou.

Finalizada a mesa de abertura, o evento contou com uma palestra da diretora de Orientação Técnica da Secretaria Municipal de Educação de São Paulo, Joane Vilela, que falou sobre a educação a distância pública. “Pelo menos quatro metas do PNE falam da ampliação do número de mestres e doutores e do acesso à educação e a educação a distância nos permite alcançar essas metas”, afirmou.

Compartilhar