Unilab tem sua primeira defesa de TCC por estudante surdo

Unilab tem sua primeira defesa de TCC por estudante surdo

Na manhã do último sábado de fevereiro (27) foi realizada, no Auditório Administrativo do Campus da Liberdade, em Redenção/CE, uma defesa especial de Trabalho de Conclusão de Curso (TCC). A defesa contou com a participação do estudante Manoel Martins dos Santos, o primeiro aluno com surdez da Unilab a realizar conclusão de TCC, a qual tratou de “O acesso de pessoas surdas às políticas púbicas no município de Guaiúba”.

Ao lado das colegas Lisane e Rosana Lima, Manoel concluiu o Curso de Especialização em Gestão Municipal, sob a orientação do Prof. Antônio Vieira. Para atingir seus objetivos, Manoel Martins recebeu, ao longo de todo o curso, auxílio de servidores especialistas em libras, lotados na Pró-reitoria de Graduação (Prograd). Esse acompanhamento deu-se também durante a defesa do TCC, que contou com a colaboração do servidor especialista em libras, Rafael Cipriano.

“Foi gratificante para a DEAAD (Diretoria de Educação Aberta e a Distância) acompanhar todo o processo de inserção do estudante Manoel Martins, desde a sua matrícula. Ele teve a ajuda de tutores especialistas em Libras, no início contratado com bolsa da Capes, que depois foram substituídos por servidores especializados em Libras, lotados na Prograd”, destacou Maria Aparecida da Silva, diretora da DEAAD.

Ainda segundo Silva, o êxito desse trabalho reflete o empenho coletivo. “Enfatizo que foi fundamental o apoio da Coordenação do Curso e da Coordenação de Tutoria, bem como do Prof. Antonio Vieira, para que esse momento chegasse. Os servidores especialistas em Libras e os efetivos e terceirizados lotados na DEAAD também auxiliaram para que Manoel sempre fosse tratado com o respeito e a atenção que merece. Isso mostra que estamos aprendendo e temos muito a aprender com a inserção de discentes com deficiências”.

Para os alunos Manoel, Lisane e Rosana, a Unilab proporcionou uma oportunidade de unir prática e teoria. “A Universidade, enquanto formadora de opinião, nos proporcionou um grande aprendizado ao logo do curso de Especialização em Gestão Pública Municipal. A partir deste, nos desafiamos a pensar em uma proposta que pudesse convergir o aprendizado acadêmico e a prática, deixando assim, de forma concreta como contribuição para o nosso campo de intervenção a pesquisa sobre “O acesso de pessoas surdas às políticas públicas no município de Guaiúba” permitindo o exercício do nosso papel como aluno e como cidadão”, afirmaram.

 

Sobre o TCC:

O trabalho consiste em um estudo de caso sobre o acesso de pessoas com deficiência auditiva às políticas públicas no Município de Guaiúba/CE. Trata-se de um estudo acerca da implementação das políticas públicas de educação, assistência e saúde para pessoas surdas, delimitado através do conceito da acessibilidade. O método indutivo utilizado como parâmetro legal se configura através da Constituição Federal de 1988, o Decreto Nº 6.949 de 25 de agosto de 2009 que dispõe da Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência, Tratado Internacional ratificado pelo país e, o Decreto Nº 7.612 de 17 de novembro de 2011, que cria o Plano Nacional de Promoção dos Direitos da Pessoa com Deficiência-Viver sem Limite.

“Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE, 2010) subsidiaram o trabalho, instigando-nos a pensar em que condições esse segmento social tem acesso à rede de serviço público local. Pretendemos, ao concluir esse trabalho, através da Unilab, contribuir com o desenvolvimento local da gestão pública, considerando-o como uma ação indutora para a implementação de políticas públicas na perspectiva transversal e intersetorial”, ressaltaram os alunos.

A banca examinadora foi formada pelos professores: João Emiliano de Aquino, da Ericson Botelho e Vanessa Vidal.

ASSECOM – Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira

Foto: ASSECOM – UNILAB

Compartilhar