UNIPAMPA – Quarentena literária: professoras da Unipampa sugerem leituras para os dias de isolamentoV

UNIPAMPA – Quarentena literária: professoras da Unipampa sugerem leituras para os dias de isolamentoV

Romances, ficção, contos e poesias estão entre as opções para acrescentar um pouco de “leveza” ao período de isolamento social para o combate da disseminação do coronavírus (Covid19). Pensando nisso, as professoras Fabiane Lazzaris, Vera Lúcia Cardoso Medeiros e Zila Leticia Goulart Pereira Rego, da Universidade Federal do Pampa (Unipampa), selecionaram algumas obras que podem ser interessantes para leitura durante a quarentena.

Confira a lista de livros para passar este momento da melhor forma!

– Que tal literatura anglófona (inglesa) escrita por mulheres? A professora Fabiane Lazzaris sugere seis livros:

  1. Sugestão de leitura: As Brumas de Avalon (1979), de Marion Zimmer Bradley

Por que ler? Explora o universo arquetípico das bruxas e cavaleiros através da releitura dos episódios da lenda do Rei Artur e os Cavaleiros da Távola Redonda. A obra se propõe a recuperar o mito arturiano sob uma perspectiva feminina, explora fatos históricos preenchendo as lacunas ignoradas e especula sobre o papel das mulheres na formação da Bretanha. A obra é dividida em 4 tomos: A Senhora da Magia, A Grande Rainha, O Gamo-Rei e O Prisioneiro da Árvore. Há ainda outras obras da autora relacionadas ao tema formando assim O Ciclo de Avalon.

  1. Sugestão de leitura: A Hora das Bruxas (1990), de Anne Rice

Por que ler? Anne Rice, mais conhecida pelas “Crônicas Vampirescas”, nos apresenta em “A Hora das Bruxas” uma narrativa repleta de suspense, magia e pactos macabros.  Os dois volumes de “A Hora das Bruxas” contam a saga das mulheres da família Mayfair, que se estende por mais de 400 anos passando por São Francisco, Haiti, França e os casarões vitorianos de Nova Orleans. A história se inicia em 1660, quando Suzanne Mayfair invoca uma entidade chamada Lasher e ele se torna uma espécie de maldição acompanhando suas herdeiras durante séculos.

  1. Sugestão de leitura: Harry Potter, de J. K. Rowling

Por que ler? É impossível que você ainda não tenha ouvido falar do bruxo mais querido da atualidade, mas se você ainda não leu a coleção de 7 livros que compõem a saga de Harry Potter de J. K. Rowling, esta pode ser a oportunidade. Além de apresentar uma narrativa envolvente, a história é uma obra prima da jornada do herói, um romance de formação que apresenta estágios de iniciação e arquétipos indispensáveis para a estruturação da psique infanto juvenil.

  1. Sugestão de leitura: Mulher do Viajante no Tempo (2003), de Audrey Nieffnegger

Por que ler? Uma história de amor sob o domínio da tirania do tempo. Esse é o tema do romance “A Mulher do Viajante no Tempo” de Audrey Nieffnegger. Uma das coisas mais interessante nesse romance é a forma como a autora escolheu apresentar e caracterizar as personagens. A história de Clare e Henry nos é apresentada através de duas vozes, numa espécie de diário, demonstrando duas perspectivas diferentes sobre a mesma situação. Henry é um viajante no tempo que nunca sabe quando viajará ou para onde. Clare, por sua vez, é aquela que fica, sempre a espera do seu regresso anunciado.

  1. Sugestão de leitura: O que Alice Esquece ou As Lembranças de Alice (2009), de Liane Moriarty

Por que ler? “O que Alice Esqueceu” ou “As Lembranças de Alice”, da escritora australiana Liane Moriarty (a autora também escreveu Big Little Lies que inspirou a série homônima da HBO), faz a gente rir e chorar ao mesmo tempo. Liane Moriarty trata o universo feminino com a mesma maestria de Jane Austen e consegue transmitir o universo interno das personagens de uma forma contundente e comovente ao mesmo tempo. O romance conta a história de Alice, uma mulher que tinha certeza que era feliz: aos 29 anos, casada com Nick, aguardando o nascimento do primeiro filho, tudo ia bem até que…ela acorda no chão da academia… dez anos depois!

  1. Sugestão de leitura: Sejamos todos feministas (2015), de ChimamandaNgoziAdichie

Por que ler? “Sejamos todos feministas” da nigeriana ChimamandaNgoziAdichie se tornou uma das principais portas de entrada para entender o feminismo e se reconhecer feminista. Nesta obra, uma adaptação do seu discurso proferido no TEDxEuston, a autora reflete sobre a condição das mulheres e as expectativas impostas pela sociedade patriarcal e questiona os estereótipos de gênero para mulheres e homens.

– Causos, contos e um toque de romance. A professora Vera Lúcia Cardoso Medeiros reuniu algumas obras muito recomendadas para o momento:

  1. Sugestão de leitura: Filé de Borboleta. O Don Juan de Bagé, de Luiz Coronel

Gênero: Causos.

Por que ler? Recomendo a leitura deste livro porque reúne narrativas leves, marcadas por humor e linguagem acessível, com temas relacionados a tipos e costumes ambientados na cidade de Bagé e no seu entorno.

  1. Sugestão de leitura: Causos à beira do galpão, de Severino Rudes Moreira. Editora Martins Livreiro.

Gênero: Causos.

Por que ler? Recomendo a leitura deste livro porque reúne causos da campanha gaúcha, com a linguagem peculiar da região e muito humor.

  1. Sugestão de leitura: Contos de vista, de Elisa Lucinda. Global Editora.

Gênero: Contos.

Por que ler? Recomendo a leitura porque reúne narrativas sobre o universo feminino, destacando o preconceito e as múltiplas formas de violência a que as mulheres estão sujeitas, bem como dando lugar às peculiaridades da subjetividade feminina.

  1. Sugestão de leitura: Uma duas, de Eliane Brum. Arquipélago Editorial.

Gênero: Romance.

Por que ler? Recomendo a leitura pelo tema do romance – a relação entre uma mulher e sua mãe – e pela forma de construção da narrativa, que alterna presente e passado, levando o leitor a compreender aos poucos uma trajetória familiar inusitada e complexa.

– A professora Zila Leticia Goulart Pereira Rego reuniu indicações que vão da literatura clássica a obras com formatos instigantes e escrita leve. Confira as dicas:

  1. Sugestão de leitura: Robinson Crusoe, de Daniel Defoe

Gênero:  Romance

Por que ler? Trata-se de um texto qualificado, que trata das vicissitudes humanas e da sua superação através da autodisciplina, da perseverança e da aplicação das capacidades na resolução de problemas.

  1. Sugestão de leitura: As aventuras de Tom Sawyer, de Mark Twain

Gênero: Romance

Por que ler? Este livro revela um modo e estilo de vida no final do século XIX, no meio norte-americano, através de uma perspectiva memorialista que homenageia a infância. Texto leve e divertido. Pode ser lido por crianças maiores, adolescentes e adultos.

  1. Sugestão de leitura: A relíquia, de Eça de Queirós

Gênero: Romance

Por que ler? A obra trata com humor e sarcasmo as memórias de um jovem português, envolvido em trapaças para manter as aparências e as benesses de uma velha tia frente à conservadora  Portugal do séc. XIX. É uma leitura, ao mesmo tempo, que diverte e faz pensar sobre as hipocrisias da sociedade burguesa.

  1. Sugestão de leitura: É tarde para saber, de Josué Guimarães

Gênero: Novela

Por que ler? O texto é ambientado no Brasil dos anos 80 e traz uma história de amor proibido entre dois jovens, mergulhados em contexto sociais bem diferentes. é leitura que agrada jovens e iniciados leitores

  1. Sugestão de leitura: O chafariz dos turcos, de Sérgio Faraco

Gênero: Crônicas

Por que ler? Trata-se de uma reunião de crônicas do autor gaúcho que aborda os mais diferentes aspectos da vida humana, da antiguidade até o mundo contemporâneo.

  1. Sugestão de leitura: Toda poesia, de Paulo Leminski

Gênero: Poesia

Por que ler? Coletânea de poemas de um dos maiores representantes da chamada “Geração Mimeógrafo”. Com humor, coloquialidade e muita criatividade os poemas são belos e vigorosos, além de nos oferecerem um olhar, ao mesmo tempo, agudo e divertido sobre a existência

Quarentena literária: professoras da Unipampa sugerem leituras para os dias de isolamento

#dicaspraquarentena

 

Fonte: UNIPAMPA

 

Compartilhar