Universidades Federais declaram luto de três dias pelo reitor Cancellier

Em decorrência do trágico falecimento do reitor da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Luiz Carlos Cancellier de Olivo, ocorrido na manhã dessa segunda-feira (2), a Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (ANDIFES) indicou luto de três dias às suas 63 universidades.

Por meio de nota de pesar, a Associação afirmou que “o sentimento compartilhado por todos (as) os (as) reitores (a) das universidades públicas federais, neste momento, é acompanhado de absoluta indignação e inconformismo com o modo como o reitor Cancellier foi tratado por autoridades públicas, ante a um processo de apuração de atos administrativos, ainda em andamento e sem juízo formado”.

Ainda de acordo com a nota da Andifes, “é inaceitável que pessoas investidas de responsabilidades públicas de enorme repercussão social tenham a sua honra destroçada em razão da atuação desmedida, onde se confunde aplicação da lei com humilhação por meio da lei”.

Luis Carlos Cancellier de Olivo tinha 60 anos e era natural de Tubarão. Formou-se em Direito (1998), concluiu mestrado em Direito (2001) e doutorado em Direito (2003), sempre pela UFSC, e trabalhou como jornalista em “O Estado” (Florianópolis) e em Brasília, assessorando parlamentares catarinenses.

Cancellier tem livros e artigos publicados sobre temas jurídicos e exercia uma série de atividades ligadas ao Direito Administrativo e à Administração Pública.

Compartilhe: