Universidades Federais ofertam cursos gratuitos durante a pandemia

Universidades Federais ofertam cursos gratuitos durante a pandemia

Desde o início da pandemia, as universidades federais brasileiras têm desempenhado um papel fundamental no enfrentamento do novo Coronavírus e dos desafios impostos, deixando à disposição laboratórios e sua estrutura. Mas o compromisso social delas não parou por aí: uma ampla lista de cursos on-line foi disponibilizada aos brasileiros, com temas variados e relacionados às diversas áreas de formação e interesse.

A extensão faz parte das atividades das universidades e, por isso, muitas das ações já eram disponibilizadas à sociedade antes mesmo da pandemia. No entanto, visando à segurança da comunidade acadêmica extensionista e dos cidadãos assistidos, as atividades foram adaptadas para o modelo remoto, podendo ser acessadas por meio de computadores e smartphones.

Olagmir Amancia é coordenadora do Colégio de Pró-reitores de Extensão das IFES (COEX)

Para a coordenadora do Colégio de Pró-reitores de Extensão das IFES (COEX) da Andifes, professora Olgamir Amância Ferreira, os desafios impostos pela pandemia jogaram luz à capacidade de união e superação das universidades federais diante do anseio por atender à população. “Nós testemunhamos uma ação articulada entre as dimensões de ensino e pesquisa, duas áreas que estão atuando integradas, conforme instituído na Constituição Federal, mas que, no cotidiano talvez a gente não consiga visualizar com tanta clareza”, afirmou.

Olgamir explica que, além da produção de pesquisa e equipamentos, as universidades têm se dedicado às questões humanitárias que permeiam a pandemia. “Uma prática muito recorrente nesse momento foi o lançamento de editais conjuntos e várias ações unificadas visando estimular a produção de respostas à pandemia. E essas respostas não são apenas para o combate ao vírus, mas às consequências advindas da pandemia, como o adoecimento dos cidadãos em isolamento, o sofrimento gerado pelo desemprego e pela mortalidade. Buscamos ajudar as pessoas na preparação para poderem retomar suas vidas, se sentirem seguras para o trabalho e para as demais atividades do cotidiano”, detalhou.

Ainda de acordo com Olgamir, os cursos ofertados pelos projetos de extensão contribuem para a democratização da informação e do conhecimento, dão aos estudantes a oportunidade de trocar conhecimento com a comunidade externa e qualificam profissionais que estão aproveitando o período de isolamento para expandir o currículo e àqueles que buscam recolocação profissional. “As universidades federais se mobilizaram, no Brasil todo, para produção, tanto de tecnologias inovadoras para responder ao processo de contaminação pelo vírus, mas, também, para a formação e inclusão”, finalizou.

Conheça as Ações de Extensão das Universidades Federais durante a Pandemia.

Baixar Arquivo pdf

Compartilhar