UTFPR – Pesquisa desenvolve superalimento para pacientes com câncer

UTFPR – Pesquisa desenvolve superalimento para pacientes com câncer

Durante sua participação no IMFAHE’S Nodal Award 2020 – Shark Tank Edition, a equipe do professor do Departamento de Engenharia Elétrica do Câmpus Pato Branco, Géremi Dranka, que está atualmente cursando o doutorado na Universidade do Minho (Portugal), foi a vencedora da competição.

O evento foi realizado no dia 25 de maio, de forma virtual, durante a VI Conferência da International Mentoring Foundation for the Advancement of High Education (IMFAHE) e reuniu cerca de 700 participantes de 16 países.

O grupo vencedor, além de Géremi Dranka, é formado pelos pesquisadores Ana Carreira, Bojan Kopilovic, da Universidade de Aveiro (Portugal), Daniel Núñez, da Universidade de Oviedo (Espanha), e Paula Ferreira da Universidade do Minho (Portugal).

Os pesquisadores desenvolveram o projeto VitaCare – Combate à desnutrição em pacientes com câncer, uma colher de cada vez (Tackling malnutrition in cancer patients, one spoon at a time). Trata-se de em um superalimento de baixo custo focado na prevenção da subnutrição em pacientes oncológicos adultos, inspirado em comida para bebês.

Segundo o professor Géremi, o produto tem uma base nutricional semelhante à da Cerelac, da Nestlé, sendo adicionalmente suplementada com uma levedura, a Saccharomyces cerevisiae, proveniente de desperdícios do setor da vinificação e da cerveja. Após a sua exploração para o fabrico de vinho e cerveja,  a levedura torna-se num subproduto indesejável. Porém, mesmo após a sua aplicação nestes setores, esta levedura retém várias substâncias bioativas de alto valor nutricional.

Inspirado pelos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU, o VitaCare pretende ser uma alternativa de baixo custo para o tratamento de carências nutricionais frequentemente constatadas em doentes oncológicos. O risco de desenvolver subnutrição em pacientes oncológicos é estimado em cerca de 37%, havendo um aumento deste risco para 49% em pacientes com metástases. Além disso, cerca de 20% das mortes em pacientes oncológicos resultam de condições de subnutrição.

Segundo levantamento dos pesquisadores, apesar da  gravidade da subnutrição em pacientes oncológicos, estudos na Europa mostram que apenas 1 em cada 3 pacientes em risco de subnutrição recebeu algum apoio nutricional.

Mesmo sendo um projeto feito pela competição, a equipe pretende implementar o produto. “Iniciaremos agora um treinamento com duração de três meses para definir detalhes e o potencial da ideia. Na sequência, o intuito é iniciar a etapa de testes para a criação do produto”, afirma Dranka.

VitaCare

A base nutricional do produto VitaCare inclui vários macro- e micronutrientes, como lipídos, carboidratos, proteínas, vitamina A, vitamina D, vitamina C, vitaminas do grupo B, cálcio, selénio, ferro e zinco. Adicionalmente, alguns dos compostos encontrados na Saccharomyces cerevisiae, como por exemplo as β-glucanas e manoproteínas, são imunomoduladores, antimutagénicos e anticarcinogénicos.

Compartilhar