Vida Ganha: saiba quais as diferenças entre Enem, Sisu, ProUni e Fies

Vida Ganha: saiba quais as diferenças entre Enem, Sisu, ProUni e Fies

O sonho de cursar uma faculdade não termina com a divulgação do resultado do Sistema Único de Seleção Simplificada (SISU), que oferece 160 mil vagas nas universidades públicas. Há outras opções – como PROUNI e Fies – para quem deseja ingressar no nível superior e garantir uma boa formação, que lhe permita ter uma renda maior no futuro.

– O mercado de trabalho está mais exigente e quer um perfil mais analítico dos profissionais. É importante não parar no nível médio – lembrou o diretor da Faculdade Senai-RJ, Mauro Pina.

A pedagoga Aline Brandão, de 31 anos, e o marido Marcelo Brandão, de 34, estão empenhados em melhorar de vida. Ela conseguiu, em 2009, uma bolsa integral pelo PROUNI para cursar Pedagogia.

– Fiz o ENEM em 2008 e, com o resultado, consegui a bolsa integral. Nunca imaginei que conseguiria cursar uma faculdade, mas era o meu sonho e o da minha avó, que é analfabeta – contou a jovem.

Enquanto estudava, ela inspirou o marido a também começar um curso na Unicarioca. Como a graduação teria que ser feita à noite, por causa dos dois filhos do casal e do trabalho, ele esperou a mulher se formar, em junho do ano passado, para iniciar o curso em Análise de Sistemas:

– Consegui o financiamento e vou pagar a faculdade depois que eu me formar, por um prazo de dez anos.

O economista Gilberto Braga explica que a vantagem do Fies (financiamento) é que os juros são de apenas 3,4% ao ano, e o prazo é bem amplo:

– O ideal é que a pessoa faça uma poupança para os futuros pagamentos, tão logo tenha folga no orçamento.

ENEM

O Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) é usado como critério de seleção para os estudantes que pretendem concorrer a uma bolsa no Programa Universidade para Todos (PROUNI). Além disso, cerca de 500 universidades já consideram o resultado do exame como critério de escolha para o ingresso de alunos no ensino superior, complementando ou substituindo o vestibular. A prova acontece anualmente, e é organizada pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anisio Teixeira (Inep).

PROUNI

O programa concede bolsas integrais ou parciais para estudantes de baixa renda, em faculdades ou universidades particulares. O PROUNI seleciona os candidatos com base na pontuação obtida pelo ENEM: é necessário ter feito mais de 450 pontos na prova, e não ter tirado nota zero na redação. Para participar, o candidato precisa ter cursado todo o ensino médio em escola pública ou em instituição de ensino particular como bolsista. Para concorrer à bolsa integral, é preciso comprovar renda bruta familiar de até 1,5 salário mínimo por pessoa (correspondente a R$ 1.086). Para as bolsas parciais, a renda familiar deve ser de até três pisos nacionais por pessoa (R$ 2.172). A lista de universidades participantes pode ser consultada no site http://prouniportal.mec.gov.br/. As inscrições podem ser feitas até sexta-feira, dia 17.

SISU

O Sistema de Seleção Unificada (SISU) tem como objetivo selecionar candidatos para vagas em instituições públicas de ensino superior que usam a nota do ENEM como única fase de seu processo seletivo, substituindo os antigos vestibulares. A primeira classificação foi divulgada ontem, e haverá ainda reclassificações. O site é http://SISU.MEC.gov.br/.

Fies

É um programa que financia a graduação em instituições particulares. Podem recorrer ao financiamento os estudantes que sejam bem classificados nas avaliações do MEC. O estudante que conseguir apenas uma bolsa parcial no PROUNI pode custear a outra parte por meio do Fies, sem a necessidade de ter um fiador. O site de cadastro é http://sisfiesportal.mec.gov.br.

Pagamento do fies

O financiamento tem três fases. Durante o período de duração do curso, o estudante pagará, a cada três meses, o valor máximo de R$ 50, referente ao pagamento de juros incidentes sobre o financiamento. Após a conclusão do curso, ele terá 18 meses de carência para recompor seu orçamento. Nesse período, o estudante pagará, a cada três meses, o valor máximo de R$ 50, referente a juros incidentes sobre o financiamento. Após a carência, o saldo devedor do estudante será parcelado em até três vezes o período financiado do curso, acrescido de 12 meses. Ou seja, se o curso feito teve a duração de quatro anos, ele terá 13 anos para quitar o saldo.

Diana Figueiredo – Jornal Extra

Nebraska set to require Pledge of Allegiance every day in public schools
free games online In an age where everything seems to be available online

Uncover The Success Secret of the
online games I also a pack rat

Dispelling the Myths of Fashion
cheap wedding dresses i’d like to put on stockings as basics stratum

Waist Bum Bags Fashion Revival
forever 21 starting with a black fringed white underdress

What They Say About Brunette Hair Color
jeux average unit retail increased 5

Tips To Start Sketching Design
miniclip I think that’s how it works

Making Offers on MLS properties
kleider for the full year of 2011 will slow down to 16

9 Reasons To Do Joint Venture Deals On eBay
ballkleider the party excavated the bells and constructed a new arbor

Compartilhar