Workshop internacional reúne especialistas na UFMG para debater legislativos estaduais brasileiros

Workshop internacional reúne especialistas na UFMG para debater legislativos estaduais brasileiros

O Centro de Estudos Legislativos da UFMG (CEL-DCP/UFMG) realiza, em parceria com a Universidade de Salamanca (USAL) e participação da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), o workshop internacional Legislativos Estaduais no Brasil. O evento ocorre entre os dias 2 e 4 de junho, na Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas da UFMG (Campus Pampulha – avenida Antônio Carlos, 6627). As inscrições estão abertas e podem ser feitas pelo e-mail cel@fafich.ufmg.br. Leia, abaixo, a programação completa do evento.

Segundo a coordenadora do workshop e diretora do CEL-DCP/UFMG, professora Magna Inacio, a iniciativa cumpre um dos principais objetivos do centro de estudos: o fortalecimento da integração e da cooperação entre os pesquisadores dedicados ao estudo dos legislativos estaduais. O evento terá como foco as análises realizadas a partir dos dados da pesquisa Trajetórias, perfis e padrões de interação de legisladores de 12 unidades da Federação, realizada pelo CEL-DCP/UFMG, com financiamento da CAPES, FAPEMIG e CNPQ, entre os anos de 2007 e 2008 e coordenada pela professora da Universidade, Fátima Anastasia.

“Esta pesquisa contribui para o conhecimento, ainda incipiente, dos legislativos subnacionais e cria condições para análises”, comenta Fátima Anastasia. De acordo com a professora, uma das principais contribuições desta investigação é a análise em perspectiva comparada sobre a organização do Poder Legislativo em 12 estados brasileiros e a interação das assembléias legislativas com o Poder Executivo e os cidadãos. O survey foi aplicado aos deputados estaduais de Minas Gerais, Bahia, Ceará, Tocantins, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, São Paulo, Pará, Goiás, Pernambuco e Mato Grosso. No total, foram coletadas 513 entrevistas.

De acordo com Magna Inácio, “a pesquisa e a discussão durante o workshop contribuirão muito para o entendimento de como funcionam os legislativos nos estados e como a democracia opera no país”, comenta. A programação do workshop inclui debates sobre os legislativos estaduais e apresentação de trabalhos produzidos com os dados da pesquisa. Segundo Fátima Anastasia, é o primeiro evento que coloca em discussão as produções de professores e estudantes com os dados do survey. A professora destaca, ainda, a contribuição da Universidade de Salamanca (USAL) no projeto. “A parceria foi fundamental, pois os especialistas da USAL têm tradição de mais de uma década no desenvolvimento de survey com elites políticas”, informa.

Estudos Legislativos

O ponto de partida da pesquisa foi o trabalho desenvolvido pelo cientista político Olavo Brasil de Lima Júnior e publicado em 1983 no livro “Os partidos políticos brasileiros: a experiência federal e regional, 1945 – 1964”. A obra inaugurou uma agenda de pesquisas sobre a organização política nos estados da Federação. Mais recentemente, em 2001, um grupo de especialistas publicou estudos de casos sobre os sistemas políticos de seis estados entre os anos de 1995 e 1998. A obra foi organizada pelo cientista político e professor do IUPERJ (Instituto Universitário de Pesquisas do Rio de Janeiro), Fabiano Santos. Segundo Fátima Anastasia, estes estudos desembocaram no projeto desenvolvido pelo CEL-DCP/UFMG.

 

Compartilhar