Home Universidades Federais Unifesspa faz doação a instituições sociais

Unifesspa faz doação a instituições sociais

Comentários desativados em Unifesspa faz doação a instituições sociais
1

A Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa) iniciou, no mês passado, o procedimento de entrega dos bens móveis inservíveis disponibilizados para doação através do edital de desfazimento nº 01/2021.  As organizações sociais manifestaram interesse em receber as doações e foram selecionadas conforme critérios do edital.

No total, foram disponibilizados 900 bens inservíveis, entre eles carteiras escolares, cadeiras, mesas, arquivos de aço, microcomputadores, impressoras, nobreak e condicionadores de ar. Ação é desenvolvida acompanhada pela Divisão de Almoxarifado e Patrimônio (DIALP), da Pró-Reitoria de Administração (Proad) da Unifesspa.

O desfazimento de bens públicos é um procedimento obrigatório, regulamentado pela Instrução Normativa nº 205/1988-SEDAP, pelo decreto nº 9.373/2018, pela Instrução Normativa nº 11/2018 e pela Lei nº 8.666/1993. Consiste no processo de exclusão do bem do acervo patrimonial da Instituição e deve ocorrer sempre que o órgão possuir bens que deixaram de ser úteis para o desenvolvimento de suas atividades, tornando-se “inservíveis”. No entanto, não necessariamente imprestáveis, podendo ser reaproveitados por outras Instituições.

A doação é um dos tipos previstos na legislação, permitida exclusivamente para fins e uso de interesse social, tem como objetivo atender órgãos da Administração pública e instituições sociais que atuam em atividades de interesse público. Os bens classificados como ociosos, recuperáveis e antieconômicos foram disponibilizados no sistema de doação do Governo Federal (REUSE.GOV) e os bens de Tecnologia da Informação (TI) disponibilizados ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, conforme orienta o Decreto nº 9.373/2018. Como não houve interessados, foram disponibilizados para doação por meio de edital.

A primeira instituição a retirar os bens foi o Movimento Popular do Araponga pela Cidadania-MPA, de Planaltina, no Distrito Federal (DF). É uma organização da sociedade civil de interesse público (OSCIP), com atividades associativas em defesa dos direitos sociais e culturais de jovens e adolescentes, oferecendo também, cursos de informática básica, configuração e noções em manutenção de hardware, instalação de software livre, recondicionamento e reciclagem de equipamentos eletroeletrônicos de informática.

Nos dias 25 e 28 de junho, foi a vez da Associação Projeto Semear, com sede em Marabá, realizar a retirada dos bens. A associação atua no atendimento e melhorias na área de assistência social, educação, cultura, tecnologia da informação, esporte e acesso a atendimento médico de qualidade, estabelecendo parcerias com associações no oferecimento de oficinas e projetos para pessoas de baixa renda.

Ainda no final do mês de junho, a Associação Futuro Melhor, também de Marabá, fez a coleta dos itens doados. Reconhecida de utilidade pública, atua principalmente nas áreas de assistência social a pessoas de baixa renda e formação educacional e profissional de crianças e adolescentes.

Apesar de que a maioria dos bens doados são irrecuperáveis e muitos na condição de sucatas, o objetivo é que esses itens sejam utilizados nas próprias instituições ou ainda doados para outras instituições. Já os não recuperáveis possam ser convertidos em recursos com a venda da sucata a empresas de trabalham no ramo ou ainda destinados a cooperativa de catadores de materiais recicláveis.

Carregue mais artigos relacionados
Carregue mais em Universidades Federais
Comentários estão fechados.

Vejam também

Presidente da Andifes, reitor Ricardo Marcelo Fonseca (UFPR), fala sobre reunião com MEC