Home Universidades Federais UFOP oferece apoio a vítimas do rompimento da barragem do Fundão

UFOP oferece apoio a vítimas do rompimento da barragem do Fundão

0
0

Desde 2016, o Grupo de Estudos e Pesquisas Socioambientais (Gepsa) da Universidade Federal de Ouro Preto desenvolve ações no âmbito da pesquisa e da extensão voltadas às vítimas do rompimento da barragem de Fundão que, em 2015, atingiu centenas de famílias e contaminou toda a Bacia do Rio Doce.

O trabalho do grupo visa garantir o acesso aos direitos de reparação integral dos danos sofridos por pessoas atingidas pela mineração, oferecendo assessoria técnica e possibilitando maior equilíbrio nas negociações entre as pessoas atingidas e as empresas, além do direito ao reassentamento coletivo.

“Para realizar o nosso trabalho, contamos com parcerias importantes de outros grupos de pesquisa, entidades de defesa de direitos humanos e movimentos sociais. Essa atuação conjunta acabou resultando na formação da Rede de Pesquisa Rio Doce, que realiza ações tanto no território atingido quanto perante a justiça e órgãos internacionais”, conta a coordenadora do Gepsa e professora do Departamento de Direito da UFOP, Tatiana Ribeiro.

A Rede de Pesquisa Rio Doce, formada por mais quatro grupos da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) e da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), além do Gepsa, desenvolve principalmente ações com atingidos do distrito de Gesteira Velha, no município mineiro de Barra Longa. “As ações envolvem o reassentamento coletivo de Gesteira, a recuperação dos danos causados à infraestrutura urbana e os riscos de danos à saúde humana causados pela presença de elementos potencialmente tóxicos nos rejeitos que permanecem no município”, explica Tatiana.

Anualmente, a Rede realiza um seminário de balanço do rompimento da barragem de Fundão, buscando manter a sociedade informada sobre o processo de reparação de danos no caso Rio Doce e sobre as injustiças sofridas pelas pessoas atingidas.

Para mais informações sobre o projeto e as ações desenvolvidas, acesse as páginas do Gepsa e da Rede de Pesquisa Rio Doce.

Carregue mais artigos relacionados
Carregue mais em Universidades Federais

Deixe um comentário

Vejam também

Andifes trata sobre recomposição orçamentária das universidades federais com ministra Simone Tebet

A diretoria executiva da Andifes se reuniu com a ministra do Planejamento e Orçamento, Sim…