Home Andifes Prêmio – Comissão de Educação reconhece Andifes como entidade defensora e promotora da Educação no Brasil

Prêmio – Comissão de Educação reconhece Andifes como entidade defensora e promotora da Educação no Brasil

0
1

A Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes) foi escolhida pelos deputados que compõem a Comissão de Educação da Câmara para ser agraciada com o Prêmio Darcy Ribeiro, em reconhecimento pela atuação da entidade na defesa e promoção da educação no Brasil. A votação ocorreu na manhã desta quarta-feira (11), por meio remoto e a solenidade de entrega do diploma está prevista para o mês de outubro.

O Prêmio Darcy Ribeiro de Educação, instituído em 1998 e regulamentado em 2000, consiste na concessão de diploma de menção honrosa e outorga de medalha com a efígie do homenageado a três pessoas ou entidades, cujos trabalhos ou ações mereceram especial destaque na defesa e promoção da Educação no Brasil.

De acordo com a deputada Professora Rosa Neide, que indicou a Andifes ao prêmio, a associação tem cumprido relevante papel na interlocução com o governo federal, com as associações de professores, de técnico administrativos, de estudantes e com a sociedade em geral, como representante oficial das universidades federais, objetivando integrar, valorizar, defender e fortalecer a rede federal universitária e representar o interesse desse conjunto na interlocução com o Congresso Nacional. “Ao longo de sua história, a Andifes tem estabelecido relações institucionais suprapartidárias e contribui de forma efetiva para a implementação de uma agenda propositiva, com ações conjuntas nas áreas de educação, ciência, tecnologia e inovação, junto aos órgãos públicos e entidades nacionais e internacionais”, afirmou.

Os parlamentares destacaram a importância da atuação do sistema de universidades federais desde o início da pandemia. “Mesmo em meio à pandemia, as universidades federais, organizadas na Andifes, não pararam suas atividades. Ao contrário, somente no ano de 2020, mais de 50 mil estudantes concluíram a graduação nas universidades federais em diversas profissões demandadas pela sociedade – notadamente nas áreas de saúde, além da formação de centenas de novos mestres e doutores. Considerando exclusivamente o período de março de 2020 a março de 2021, as universidades federais atenderam mais de 85 milhões de pessoas nas várias frentes de apoio e enfrentamento à Covid-19, com uma média de 147 mil pessoas beneficiadas por mês em cada instituição. Além disso, foram realizados mais de 73 mil projetos de pesquisa e cerca de 29 mil de extensão, somente em 2020 direcionados ao combate da pandemia e de seus efeitos sociais e econômicos”.

Ainda segundo a deputada Professora Rosa Neide, reunidas na Andifes, as Universidade Federais também se destacam por suas contribuições à democratização da sociedade. “A conquista da autonomia universitária reforçou outras conquistas civilizatórias e para a construção da democracia em nosso País: o respeito à liberdade de cátedra, a liberdade de pensamento e regras de autogestão acadêmica e administrativa, todas conquistas que garantem a construção de consensos em espaços necessariamente plurais e participativos, fundamental para a consolidação da democracia, também se destacam por suas contribuições à democratização da sociedade”, detalhou.

Carregue mais artigos relacionados
Carregue mais em Andifes

Deixe uma resposta

Vejam também

Resultado Edital Cursos IsF-ALEMAO 2022

Resultado Edital Cursos IsF-ALEMAO 2022 …