Home Na Mídia UFRN cria solução sustentável para o tratamento de água

UFRN cria solução sustentável para o tratamento de água

0
0

Feito da casca de caju, o novo coagulante pode ser aplicado em águas turvas e barrentas como as de represas, poços e rios.

Encontrar uma solução sustentável para a reutilização de águas e aumentar o acesso à água potável, principalmente no Nordeste. Essas foram as motivações de pesquisadores da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) para criar um novo coagulante, feito a partir da casca de caju, para o tratamento de águas turvas e barrentas como as de represas, poços e rios.

Bruna Ferreira dos Anjos, mestre em Ciências Florestais (CAPES/UFRN), explica que o coagulante é produzido a partir do tanino, composto vegetal presente na casca do cajueiro, depois de passar por um processo químico. “Essa modificação na estrutura química propicia o seu emprego como floculante para a clarificação de água”, conta. A floculação, ou coagulação, é uma das etapas do tratamento de água. São os flóculos que captam as sujeiras.

A bolsista conta que “o coagulante, em pó, age como ligante capturando as sujeiras, formando flocos maiores, passíveis de filtragem”. A pesquisa comprovou que a aplicação do produto reduziu a turbidez da água entre 95% e 99%. Além disso, o produto sustentável tem inúmeras vantagens em comparação aos coagulantes químicos como o aumento da vida útil dos filtros, a diminuição no volume de lodo gerado e o aumento da eficiência na remoção de cor turva. Os taninos também possuem a propriedade de não alterar o pH da água tratada.

Além de tentar minimizar a falta de acesso à agua potável, problema que atinge quase 35 milhões de brasileiros, 27,6% dos nordestinos e 40% da população rural do Nordeste, a pesquisa também poderá ser um diferencial no desenvolvimento da região: a matéria-prima é abundante por lá e representa mais de 98% de plantio da espécie no País.

Fonte: Ministério da Educação

Carregue mais artigos relacionados
Carregue mais em Na Mídia

Deixe uma resposta

Vejam também

Andifes se reúne com ministro da Casa Civil para avaliar saídas para bloqueio de orçamento das universidades federais 

O presidente da Andifes, reitor Ricardo Marcelo Fonseca (UFPR), e o vice-presidente, reito…