Home Universidades Federais UFU – Livro infantil incentiva a proteção aos animais

UFU – Livro infantil incentiva a proteção aos animais

0
0

A queixada, espécie de porco-do-mato, é apresentada às crianças.

 Livro ainda será impresso e lançado. (Ilustração: Claire Pauline Röpke Ferrando)

Ei! Você sabe o que é uma queixada? Esses animais, pouco conhecidos pela população, protagonizam o livro infantil ilustrado por Claire Pauline Röpke Ferrando, doutoranda em Ecologia, Conservação e Biodiversidade, do Instituto de Biologia da Universidade Federal de Uberlândia (IB/UFU).

O livro, que ainda será impresso e lançado, tem o objetivo de despertar o interesse e a consciência das pessoas, especialmente das crianças, sobre a importância de conhecer e proteger os animais e a natureza.

A obra contém 24 páginas que apresentam, de maneira criativa, as características, comportamentos e funções desempenhadas pelas queixadas na natureza. Além disso, a seção chamada “Você sabia?”, traz curiosidades sobre as queixadas.

Apesar de ser um livro infantil, indicado para crianças de três a dez anos, escrito aos versos por Gabriela Schmaedecke, bióloga e doutora no Programa de Pós-Graduação em Evolução e Diversidade na Universidade Federal do ABC (UFABC), os “grandes” leitores, curiosos e apaixonados por bichos também estão convidados a ler.

O texto teve a revisão científica da Alexine Keuroghlian, doutora em Ecologia, Evolução e Biologia da Conservação pela Universidade de Nevada, nos Estados Unidos, e coordenadora do Projeto Queixada – Pecarídeo, que incentiva a preservação desses animais.

As biólogas promoveram um financiamento coletivo, que termina em 22 de junho de 2022, para que o material possa ser impresso e distribuído gratuitamente à população.

Carregue mais artigos relacionados
Carregue mais em Universidades Federais

Deixe uma resposta

Vejam também

Andifes entrega propostas das universidades federais ao pré-candidato à Presidência da República Luís Inácio Lula da Silva

O documento será entregue a todos os presidenciáveis. A Andifes, como interlocutora das un…