Home Universidades Federais UFLA e Inmet avançam em parceria com resultados promissores

UFLA e Inmet avançam em parceria com resultados promissores

0
0

A Universidade Federal de Lavras (UFLA) tem desenvolvido soluções inovadoras, em parceria com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), por meio de um acordo de cooperação firmado em 2021. Em apenas um ano, alcançou-se resultados significantes, capazes de mudar o cenário da meteorologia do País.

Um dos destaques é o seguro paramétrico com aplicações em diversos setores da economia. O coordenador do projeto, professor Gilberto Coelho, do Departamento de Recursos Hídricos da UFLA, exemplifica a execução desse seguro: “um produtor de café, por exemplo, ao contratar o seguro paramétrico consegue detectar que no mês seguinte a temperatura irá cair drasticamente, com a possibilidade de geadas, o que afetaria a sua produção, então, esse é o gatilho para disparar o seguro, sendo ressarcido dos seus prejuízos. Além disso, esse seguro pode ser utilizado em áreas urbanas para assegurar recursos em funções de catástrofes advindas de eventos meteorológicos, como o que aconteceu em Petrópolis”, explica o coordenador.

Esse seguro só é possível graças ao desenvolvimento de metodologias e algoritmos realizados pela UFLA. “Agora o seguro agrícola será feito encima de elementos meteorológicos previstos. Para diferentes culturas você faz previsões que permitem que as seguradoras tenham elementos precisos para realizar os seguros para os agricultores”, explica o professor José Roberto Soares Scolforo, do Departamento de Ciências Florestais, coordenador da Agência UFLA em Geotecnologias e Sistemas Inteligentes (Zetta).

Além disso, a UFLA também conseguiu desenvolver uma metodologia que possibilitou a ampliação do intervalo de tempo da previsão climatológica do Inmet. As previsões que eram de até três meses, poderão ser realizadas em até seis meses. Fator fundamental para o planejamento rural e urbano. “Com previsão para até seis meses, o produtor consegue fazer o planejamento da sua safra e até mesmo escolher culturas que sejam menos sensíveis à falta de chuva, por exemplo”, comenta o professor Gilberto.

A UFLA também desenvolveu algoritmos para a análise de consistência de dados meteorológicos para compor as novas normais climatológicas. “Agora vamos publicar uma nova normal climatológica, um produto importantíssimo que permite a realização de todo o planejamento agrícola brasileiro. A partir disso que se definem quais culturas podem ser utilizadas em determinadas regiões, em função de temperatura, de precipitação, entre outros parâmetros meteorológicos”, explica o coordenador.

O diretor do Inmet, Miguel Novato, enfatiza que toda inovação e todo avanço tecnológico que o Instituto tem obtido, principalmente no último ano, é fruto dessa parceria com a UFLA. “Não só porque são cientistas de renome internacional, mas porque também são bons gestores. Todo o processo de financeirização dos dados meteorológicos para reduzir os riscos na produção agrícola é feito com a UFLA”, destaca.

Esses projetos refletem na vida da sociedade brasileira, seja nos planejamentos do mundo da agricultura ou territoriais das cidades. “Em todas as áreas, na realidade, a meteorologia tem uma importância crucial”, complementa o professor Scolforo.

O professor Gilberto destaca que ainda há outros produtos em andamento, como o desenvolvimento de um sistema gráfico completo em plataforma web para cálculo, pesquisa, crítica, comparação e homologação de variáveis das normais climatológicas e a implantação das ferramentas do sistema de previsão numérica de tempo e clima no novo ambiente computacional de alto desempenho.

Outros produtos entregues

Sistema Prevmet: sistema gráfico para previsão do tempo em todo território brasileiro, com apoio de dados de previsão numérica e dados de estações meteorológicas. Efetivamente, o sistema é utilizado para criação de previsão do tempo para todos os 5.570 municípios do Brasil.

Ferramenta gráfica para auxiliar na verificação/correção das cadernetas das séries históricas: sistema desenvolvido para possibilitar uma análise preliminar das estações, realização de cálculos matemáticos estáticos e científicos dos atributos meteorológicos. Também possibilita uma visualização detalhada dos dados contidos no banco de dados meteorológicos do Inmet, por meio de tabelas, gráficos e mapas.

Modernização do Sistema de Informação Meteorológicas (SIM): tem como objetivo criar camadas de entrada e saída de dados por meio da implantação de uma interface de programação de aplicativos gerenciável.

Painel de exibição das informações de sondagem meteorológicas do ar superior: a sondagem das camadas de ar superior é feita por meio do envio de balões meteorológicos dotados de sensores e uma antena de comunicação. As leituras são então recebidas e internalizadas no sistema global de comunicação meteorológica, podendo, então, ser transformadas em imagens para leitura dos profissionais interessados.

Carregue mais artigos relacionados
Carregue mais em Universidades Federais

Deixe uma resposta

Vejam também

Prêmio Andifes de Jornalismo 2021

Cartaz do Prêmio Andifes de Jornalismo 2021 Regulamento do Prêmio Andifes de Jornalismo 20…