Home Andifes Trabalho em rede garante premiação a artigo sobre o Promover Andifes

Trabalho em rede garante premiação a artigo sobre o Promover Andifes

0
0

A capacidade de integrar equipes de diferentes universidades por meio de trabalho e reuniões remotas foi um dos diferenciais para o sucesso do desenvolvimento da plataforma e para a premiação do trabalho “Metodologia de Desenvolvimento Multi-institucional de Plataforma para o Promover-Andifes” como melhor artigo inscrito no Workshop de Tecnologia de Informação e Comunicação das Instituições Federais de Ensino Superior do Brasil (WTICIFES) 2022, realizado em Aracaju (SE) de 5 a 7 de julho.

O artigo premiado entre mais de 90 concorrentes descreveu como foi a experiência de desenvolvimento colaborativo realizado por uma equipe formada majoritariamente por técnicos administrativos e por dois professores da UFSM, da UFRN, da UFMA e da FURG da versão do sistema de matrícula e gestão do Programa de Mobilidade Virtual em Rede (Promover Andifes), responsável pelo gerenciamento de quase oito mil estudantes de todas as regiões do país.

O Promover Andifes

Lançado no primeiro semestre de 2021, o Programa Promover Andifes está atualmente em sua terceira edição e conta com 15 universidades, 5.996 vagas distribuídas em 1.208 turmas. Ao todo, até a atual edição foram 7.927 graduandos trocando experiências, sem precisar sair de suas cidades de origem. O artigo premiado descreveu o processo de desenvolvimento da plataforma do sistema de matrículas.

Para a coordenadora geral do projeto de desenvolvimento da Plataforma Promover Andifes, a técnica administrativa em Educação e analista de Tecnologia da Informação, Giana Lucca (UFSM), a ação inédita e conjunta foi fundamental para o resultado do projeto e para o reconhecimento no WTICIFES. “Esta foi uma ação inédita, uma colaboração que aconteceu entre as instituições, reunindo especialistas de várias universidades mostrando que é possível desenvolver trabalhos em conjunto e conseguir resultados positivos. Pudemos mostrar que uma solução pode servir para mais de uma instituição, que muitas vezes se dedicam cada uma a resolver seus próprios problemas, mas esta ação mostrou que o trabalho conjunto pode resolver uma questão comum a todas”, detalhou.

O sentimento é compartilhado por André Dantas (UFRN), participante do grupo que desenvolveu a plataforma. “O projeto pedia integração de instituições, e o fato de conseguirmos trabalhar remotamente foi determinante de modo muito positivo para o resultado, pois precisávamos da experiência de várias instituições para o produto final. Utilizamos de algumas práticas ágeis como reuniões diárias, normalmente usados em projetos de TI, para minimizar o desafio de comunicação, pelas distâncias entre as equipes das universidades desenvolvedoras”, afirmou.

O sucesso da plataforma e o reconhecimento trazido pela premiação no WTICIFES também foram comemorados pelo reitor Daniel Diniz (UFRN), coordenador da implementação do sistema e grande entusiasta do Promover. “Iniciativas como essas são importantes para o ensino superior público e se refletem no sucesso e na qualidade da formação dos nossos graduandos. O Programa Promover Andifes é uma iniciativa que oferece aos estudantes a oportunidade de cursar, remotamente, disciplinas de cursos de graduação em quaisquer das instituições parceiras. O Programa tem um enorme potencial para integrar atividades acadêmicas entre universidades, oferecendo experiências que fortalecem características como adaptabilidade, flexibilidade e respeito à diversidade, resultando em melhoria da qualidade acadêmica”, celebrou.

Sobre o WTICIFES

O WTICIFES é um evento promovido pelo Colégio de Gestores de Tecnologia de Comunicação das Instituições Federais de Ensino Superior (CGTIC), e a edição sergipana teve como tema “As TICs como eixo de sustentação da estratégia das IFES”, para compartilhar conhecimentos e práticas referentes a estratégias e estudos de viabilidade técnica e econômica de implantação de inovações tecnológicas.

Carregue mais artigos relacionados
Carregue mais em Andifes

Deixe uma resposta

Vejam também

A trajetória de alunos da escola pública para a Universidade de Brasília

Mais um exemplo de estudantes de baixa renda oriundo de escola pública que conquistaram di…