Home Na Mídia Eunice Durham, ex-secretária do MEC, morre aos 90 anos em São Paulo

Eunice Durham, ex-secretária do MEC, morre aos 90 anos em São Paulo

0
0

Corpo da pesquisadora será velado às 11h no Horto da Paz, em Itapecerica da Serra, na Grande SP. Óbito foi confirmado nesta terça-feira (19).

Pioneira nos estudos de antropologia urbana no Brasil, Eunice Ribeiro Durham faleceu nesta terça-feira (19), aos 90 anos de idade, em São Paulo.

O velório da antropóloga paulista e sua cerimônia de cremação estão marcados para acontecer no Horto da Paz, em Itapecerica da Serra, região da Grande SP, às 11h e 13h, respectivamente.

Mestre e Doutora em Ciências Sociais, Durham pesquisou sobre temas como migração rural e urbana, movimentos sociais e organização familiar das classes sociais. Ela chegou a atuar como presidente da Associação Brasileira de Antropologia (ABA). Além disso, ela dedicou parte da vida à área de Educação.

Nos anos 60, se tornou professora titular na Universidade de São Paulo (USP), ganhando posteriormente o título de professora emérita da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da instituição.

Em 92, se tornou secretária de educação superior do Ministério da Educação (MEC). Três anos depois, durante o governo de Fernando Henrique Cardoso, virou secretária de política educacional

A professora Eunice Durham, mestre e doutora em Ciências Sociais da Universidade de São Paulo (USP). — Foto: Reprodução/USP

do MEC, tendo um papel fundamental na redação da Lei de Diretrizes e Bases, elaborada em parceria com o senador Darcy Ribeiro e aprovada em 96, que segue regulamentando a educação no país até os dias atuais.

Também na década de 1990, a antropóloga criou em São Paulo o primeiro núcleo de pesquisa voltado para educação superior no país. Foi ainda presidente da Fundação Capes, membro do Conselho Nacional de Educação e autora de artigos e livros sobre Atropologia e ensino superior.

Diversas instituições manifestaram seus pêsames pelo falecimento de Durham em suas páginas nas redes sociais. Dentre elas, o Centro Brasileiro de Análise e Planejamento (Cebrap), órgão globalizado de pesquisas que foca na análise multidisciplinar da realidade brasileira. “Deixa um legado intelectual inestimável”, diz a publicação.

Fonte: Portal G1

Carregue mais artigos relacionados
Carregue mais em Na Mídia

Deixe uma resposta

Vejam também

Presidente da Andifes, reitor Ricardo Marcelo Fonseca (UFPR), fala sobre reunião com MEC